Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Oi registra prejuízo de R$ 3,5 bilhões no 1º trimestre, com queda de 43,9%

13/05/2021 - 9:43
OI OIBR3 OIBR4
Gangorra: Oi reduz prejuízo, mas termina março mais endividada (Imagem: REUTERS/Nacho Doce)

A Oi (OIBR3) reportou prejuízo líquido consolidado de R$ 3,5 bilhões no primeiro trimestre. O resultado é 43,9% inferior às perdas de R4 6,3 bilhões do mesmo período de 2020. Na comparação com o quarto trimestre, quando a companhia lucrou R$ 1,8 bilhão, contudo, houve deterioração de desempenho.

A receita líquida recuou 6,2% na comparação anual e encerrou março em R$ 4,4 bilhões. Um número que deve desagradar os analistas é a forte deterioração do chamado ebitda de rotina, que baixou 25,7% na mesma base, de R$ 1,5 bilhão para R$ 1,1 bilhão.

No relatório que acompanha as demonstrações financeiras, a Oi explica que a queda do ebitda deve-se “quase que integralmente pela redução da receita, principalmente como reflexo da segunda onda da pandemia, em especial no segmento móvel pré-pago, que compõe as receitas de operações descontinuadas, e no segmento corporativo.”

A operadora também terminou março mais endividada. Sua dívida líquida somou R$ 25,2 bilhões, uma alta de 38,8% sobre um ano atrás, e de 7% sobre o quarto trimestre.

Veja o relatório de resultados do primeiro trimestre da Oi.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 13/05/2021 - 9:43

Pela Web