Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Oncoclínicas prepara IPO de R$ 6 bilhões na B3

17/06/2021 - 17:28
Oncoclínicas
Fundada em 2010, em Belo Horizonte, Minas Gerais, a Oncoclínicas conta hoje com 69 subsidiárias em diversos Estados (Imagem: Reprodução/ You Tube da Oncoclínicas)

O Goldman Sachs Group Inc espera vender uma participação em uma empresa de oncologia no Brasil com um ganho de oito vezes.

O Goldman Sachs investiu R$ 1,75 bilhão para adquirir ao longo dos anos 93,57% do capital da Oncoclínicas do Brasil Serviços Médicos SA, especializada em diagnóstico e tratamento de câncer, segundo dados compilados pela Bloomberg. Agora planeja vender parte das ações em uma oferta pública com essa mesma participação avaliada em pelo menos R$ 14 bilhões, segundo pessoas a par do assunto, que pediram para não ser identificadas discutindo informações que não são públicas.

O IPO levantaria até R$ 6 bilhões, disseram as pessoas.

O Goldman Sachs não quis comentar. A Oncoclínicas não respondeu imediatamente a pedidos de comentários.

Goldman Sachs é o coordenador líder do IPO, e o Banco Itaú BBA SA é o coordenador global. Também participam o Citi, o JPMorgan, o Banco Santander e o UBS BB, de acordo com um prospecto preliminar.

O Goldman começou a investir na Oncoclínicas em 2015, e foi aumentando sua participação ao longo dos anos até 2019. Utilizou dois fundos de investimento, o Josephina Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia e Josephina II Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia.

Fundada em 2010, em Belo Horizonte, Minas Gerais, a Oncoclínicas conta hoje com 69 subsidiárias em diversos Estados, atuando por meio de clínicas e laboratórios especializados no diagnóstico e tratamento do câncer em 20 cidades do Brasil.

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Gustavo Kahil - 17/06/2021 - 17:28

Pela Web