Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Os 6 fundos imobiliários recomendados pelo Itaú BBA para maio

06/05/2020 - 18:24
Imóveis Itaú BBA
Questão de perspectiva: em abril, carteira de fundos imobiliários do Itaú BBA rendeu mais que o CDI, mas menos que o Ibovespa (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

O Itaú BBA, braço de investimentos e corporate do Itaú Unibanco (ITUB4), divulgou os seis fundos imobiliários que comporão sua carteira em maio. A seleção traz várias mudanças, em relação a abril.

Dois fundos deixaram a carteira: o HSI Malls (HSML11) e o CHSG Real Estate (HGRE11). Três outros foram incluídos: VBI Log (LVBI11), RBR Properties (RBRP11) e CHSG Recebíveis Imobiliários (HGCR11).

Assim, na prática, metade da carteira de maio é formada por novos papéis.

Em abril, a carteira rendeu 5%. Parece pouco, diante dos 10,3% do Ibovespa, principal índice da B3, mas, quando se considera que os fundos imobiliários costumam ser classificados como renda fixa, é um belo resultado.

O CDI, por exemplo, rendeu 0,3%.

Já no acumulado do ano, o quadro não é nem um pouco bonito. Como a rentabilidade de uma cota de fundo imobiliário é composta pela renda mensal (geralmente, com base em aluguéis ou recebíveis) e pela oscilação do valor da cota, a carteira foi prejudicada pelo recuo das cotações em março e abril.

Assim, no acumulado do ano, o rendimento está negativo em 18,9%. Sim, é menos que o Ibovespa, que perdeu 30,4% no período, mas é bem mais desanimador, do que o 1% positivo de rendimento do CDI.

Veja os fundos imobiliários recomendados pelo Itaú BBA para maio.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Márcio Juliboni - 06/05/2020 - 18:24