OSL, exchange asiática de criptomoedas, passa a aceitar investidores profissionais e institucionais do Brasil

Leonardo Rubinstein Cavalcanti
19/10/2021 - 16:40
Brasil bitcoin
Global e local: desde o começo do ano, a OSL mira os gestores brasileiros  (Imagem: Pixabay/cryptostock)

A OSL anunciou hoje (19) que sua exchange de criptoativos passou a aceitar investidores profissionais e institucionais do Brasil. Para atraí-los, a empresa vai oferecer isenção da taxa de negociação até o fim do ano.

Segundo a corretora, os clientes contarão com um livro de negociação (order book), cujo diferencial é agregar a liquidez de todas as suas plataformas globais, suportado por um match engine (ferramenta que “une” vendedores e compradores) de última geração.

“Acreditamos no forte potencial de crescimento da indústria em torno dos ETFs de ativos digitais e o Brasil está na vanguarda ao ser o segundo país a oferecer esse tipo de produto”,  destaca Guilherme Rebane, responsável pelo desenvolvimento de novos negócios da OSL para o Brasil.

Desde o início do ano, a empresa mira os gestores de investimento locais, se aproximando de instituições financeiras e oferecendo seus serviços aos principais nomes do setor, incluindo as gestoras que operam ETFs de ativos digitais.

Última atualização por Márcio Juliboni - 19/10/2021 - 16:40

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web