Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Parceria entre o governo de Mônaco e Tokeny deseja supervisionar projetos de tokenização

25/06/2020 - 9:54
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
O pequeno país europeu parece estar disposto a fornecer o ambiente regulatório necessário para que novas startups com projetos sociais, governamentais e ambientais consigam realizar suas operações (Imagem: Unsplash/@joaching)

O Principado de Mônaco firmou uma parceria com a Tokeny Solutions para assegurar o controle e o cumprimento à lei de projetos de tokenização no pequeno país europeu.

Tokeny compartilhou a notícia nesta quinta-feira (25), afirmando que o principado quer apoiar o financiamento de projetos com foco em impacto ambiental.

Recentemente, o governo de Mônaco aprovou uma lei que permite o autofinanciamento de projetos por meio da emissão de valores mobiliários tokenizados (security tokens). A completa estrutura regulatória ainda não foi anunciada.

Luc Falempin, CEO da Tokeny, contou ao The Block que todos os emissores deverão ser aprovados pelo governo e conseguir um visto para operarem em Mônaco. Os projetos devem ter um foco ambiental, social e governamental, acrescentou ele.

Já que a Tokeny é uma parceira selecionada pelo governo, todos os projetos terão de usar sua plataforma, disse Falempin.

“Tokeny fornecerá os serviços digitais para emissores e assegurar o controle e a complacência no blockchain. Faremos isso por meio de nosso protocolo, o T-REX. Basicamente, esse protocolo certifica que nossos possíveis investidores sejam integrados por meio de um processo complacente e automatizado”, disse ele.

Tokeny também fornecerá aos emissores uma interface para integrar investidores e gerenciar sua pós-emissão de valores mobiliários. Por estar a favor dos investidores, a empresa fornecerá um portal para que possam gerenciar seus investimentos com facilidade, afirmou Falempin.

O primeiro projeto aprovado para a emissão de valores mobiliários tokenizados é a produtora IceBreaker Studios, do diretor francês Luc Jacquet.

Jacquet, cujo filme-documentário “A Marcha dos Pinguins” ganhou um Oscar em 2006, afirmou que a IceBreaker deseja alavancar a tecnologia blockchain para “facilitar o financiamento da produção de conteúdos importantes enquanto retém todos os direitos associados ao permitir que haja novas oportunidades de monetização por meio de filmes, exibições etc.”.

“Marcha dos Pinguins e a exibição de Antártica mostraram que o modelo pode ser bem rentável, tornando-o atrativo para investidores enquanto preserva a liberdade de expressão da minha criatividade e promove o valor virtuoso dos projetos que eu lidero”, completou Jacquet.

Falempin disse que a Tokeny está em contato com outros governos e “alguns dos maiores players financeiros” para firmar parcerias.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 25/06/2020 - 9:54