Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Parlamento iraquiano quer fim da ocupação norte-americana

05/01/2020 - 21:02
Bandeira do Irã
Numa sessão de emergência da assembleia legislativa, a resolução foi proposta ao parlamento pelo primeiro-ministro interino, Adil Abdul Mahdi (Imagem: Unsplash/@dahaghin_ma)

Na sequência das ondas de choque desencadeadas pelo assassinato de Qassem Soleimani e de Abu Mahdi al-Muhandis, o parlamento de Bagdá aprovou hoje (5) uma resolução que considera do interesse de ambas as partes pôr fim à presença norte-americana no país.

Numa sessão de emergência da assembleia legislativa, a resolução foi proposta ao parlamento pelo primeiro-ministro interino, Adil Abdul Mahdi, que sublinhou terem sido os responsáveis militares iraquianos informados da operação para abater o general iraniano e o comandante da milícia xiita iraquiana alguns minutos apenas antes dessa operação acontecer.

Mahdi acrescentou que, apesar da curtíssima antecedência do aviso, o seu governo recusou expressamente a autorização para que o ataque aéreo fosse efetuado em território iraquiano, notando de passagem que Soleimani ia a caminho de um encontro com o próprio primeiro-ministro iraquiano quando foi abatido.

E concluiu que, depois do assassinato de ambos os dirigentes, se tornou claro que a retirada das forças norte-americanas do Iraque seria do interesse de ambos os países – Estados Unidos e Iraque.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Leia mais sobre: EUA, Guerra, Internacional, Irã, Terrorismo

Última atualização por Gustavo Kahil - 05/01/2020 - 21:02