Pecuária aguarda para 2ª (20) a confirmação de que a China está voltando às compras

18/09/2021 - 8:41
Carnes
O que importa é a China novamente importando carne bovina, como parece pela leve reação do boi (Imagem: Reuters)

Independente de a Arábia Saudita ter liberado a entrada de carne bovina brasileira e a Rússia ter fechado as portas, segundo informações ainda confirmadas, suas participações nas exportações do Brasil são limitadas. O que interessa para o mercado é a China voltando.

E essa situação parece estar a caminho de ser resolvida, se já não o foi na sexta para alguns grupos exportadores, após a defensiva gerada pelos casos de vaca louca atípica, sem risco de contágio.

Houve uma pequena reação do boi, mesmo em dia normalmente de baixa liquidez, o que significa um ganho de demanda por parte dos frigoríficos. Os abates estão voltando.

Segunda (20) o cenário ficará mais claro, a depender da manutenção dos preços médios que voltaram a girar na faixa de R$ 300 a R$ 303 @, em São Paulo, ou mesmo se algum player do mercado fizer algum anúncio. Também a Secex deve divulgar os dados de envios semanal ao exterior.

Caso se confirme, poderá não representar uma mudança muito significativa, porque com a paralisação das vendas externas a maioria bois contratados ficou nas fazendas, mas já haverá uma oxigenação do mercado pelas plantas que não estavam com lotes completos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 18/09/2021 - 8:41

Cotações Crypto
Pela Web