Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

“Petrobras (PETR4) poderia ser privatizada hoje”, diz Bolsonaro após alta nos combustíveis

Giovana Leal
16/03/2022 - 14:55
“Petrobras poderia ser privatizada hoje”, diz Bolsonaro (Imagem: Alan Santos/PR)

O Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (16), em entrevista a uma filial do SBT, que a Petrobras (PETR3; PETR4) “poderia ser privatizada hoje”. O presidente ainda afirmou que ficaria “livre deste problema”, caso a companhia saísse do controle público.

Bolsonaro tem criticado a petrolífera desde antes do reajustes nos preços dos combustíveis. Na semana passada, a Petrobras elevou os preços do diesel em cerca de 25% e da gasolina em 19%, na esteira dos ganhos nas cotações do petróleo no mercado internacional em função da guerra na Ucrânia.

“Qualquer nova alta a gente vai, da nossa parte aqui, desencadear um processo para que esse reajuste não chegue na ponta da linha para o consumidor. É impagável o preço dos combustíveis no Brasil. E lamentavelmente a Petrobras não colabora com nada”, afirmou Bolsonaro em entrevista.

“Muita gente me critica, como se eu tivesse poderes sobre a Petrobras, não tenho poderes sobre a Petrobras. A Petrobras se transformou na Petrobras Futebol Clube, onde o clubinho lá de dentro só pensa neles, jamais pensam no Brasil”, completou.

Bolsonaro ainda assumiu que soube com antecedência do reajuste dos combustíveis e que pediu à estatal para atrasar a medida em um dia — ou seja, para depois da votação do PLP 11 no Congresso, embora não tenha sido atendido.

“Chegou para nós que eles iriam ajustar na quinta-feira da semana passada. Foi feito pedido para que deixasse para o dia seguinte, atrasasse um dia, não nos atenderam”, disse. “Por um dia, a Petrobras cometeu esse crime contra a população, esse aumento absurdo. Ação governamental não é interferir na Petrobras, é bom senso”, acrescentou.

Troca de presidente da Petrobras

Ainda na entrevista para o SBT, Bolsonaro afirmou que “existe a possibilidade” de substituição do atual presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, em meio às crescentes críticas do chefe do Executivo contra a estatal devido aos aumentos dos preços dos combustíveis.

“Todo mundo no governo, ministros, secretários, diretores de empresas, presidentes de estatais podem ser substituídos se não estiverem fazendo o trabalho a contento. Então, não quer dizer que vai ser trocado ou que não vai ser trocado, eu só não posso trocar o vice-presidente da República. O resto, todos podem ser trocados, obviamente, por motivos de produtividade, por motivo de falha ou omissão no respectivo serviço”, declarou.

*Com informações do Estadão Conteúdo e Reuters

Última atualização por Giovana Leal - 16/03/2022 - 15:02

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto