Por inflação alta, prefira JBS ao invés de BRF

30/06/2021 - 15:41
Carnes Açougue Frigoríficos
É melhor colocar a ação da JBS no carrinho de compras, dada a exposição da companhia ao mercado dos Estados Unidos, além de forte geração de caixa alinhada a potenciais fusões e aquisições, segundo o Bank of America (Imagem: Unsplash/Gabriella Clare Marino)

O Bank of America está de olho na inflação do Brasil, sobretudo ao que diz respeito ao setor de proteína animal, em que o investidor encontra BRF (BRFS3) e JBS (JBSS3) na prateleira, como no supermercado.

Os preços dos alimentos processados performaram melhor do que os de refeições prontas, segundo analistas do banco norte-americano.

Os preços do primeiro grupo saltaram 3% desde abril deste ano, enquanto refeições tiveram preços estagnados no mesmo intervalo.

“Esperamos que BRF e Seara (marca da JBS) continuam elevando os preços ao passo que o custo da inflação deve pressionar as margens no curto prazo em ambas companhias”, destaca o BofA.

De acordo com o relatório ao qual o Agro Times teve acesso, é melhor colocar a ação da JBS no carrinho de compras, dada a exposição da companhia ao mercado dos Estados Unidos, além de forte geração de caixa alinhada a potenciais fusões e aquisições.

Já a BRF, ganhou o famoso “depois a gente volta” do BofA, que manteve recomendação neutra, à medida que há espaço limitado de ganhos, após as ações da processadora de alimentos já terem disparado 30% desde o dia 18 de junho.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 30/06/2021 - 15:44

Cotações Crypto
Pela Web