Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Por que as ações da Ultrapar estão tombando hoje? Pergunta (mesmo) lá no Posto Ipiranga

25/02/2021 - 16:33
Ipiranga Ultrapar UGPA3
Frustração: resultado fraco da Ipiranga afundou ações da sua controladora, a Ultrapar (Divulgação: Facebook/Ipiranga)

As ações da Ultrapar (UGPA3) estão entre as maiores quedas do pregão desta quinta-feira (25), após divulgar seu balanço do quarto trimestre. Por volta das 15h20, os papéis recuavam 7,85% e eram negociados por R$ 19,61. No mesmo instante, o Ibovespa descia 1,63% para os 113.785 pontos.

Os analistas que já se manifestaram sobre os números da Ultrapar no quarto trimestre são unânimes em classificá-los como fracos e abaixo do esperado pelo mercado. Ainda mais emblemático é o fato de que todos concordam que há um culpado nessa história: a rede de postos Ipiranga, controlada pela Ultrapar.

Vicente Falanga e Ricardo França, que assinam o comentário da Ágora Investimentos sobre a empresa, classificaram o trimestre como “fraco”. A dupla acrescenta que o ebitda ajustado, de R$ 865 milhões, ficou 14% abaixo da sua estimativa e 5% aquém do consenso do mercado.

Em seguida, apontam o dedo para quem, na sua avaliação, foi o responsável pela decepção. “O ebitda total da Ipiranga de R$ 487 milhões (R$ 84/m³) veio bem abaixo da nossa estimativa de R$ 587 milhões (R$ 100/m³)”, afirmam.

O ebitda da Ipiranga também frustrou o Banco Safra, que projetava R$ 104 por metro cúbico de combustível vendido.

Motivos

Segundo Ilan Arbetman, da Ativa Investimentos, a frustração é ainda maior, quando se considera o desempenho recente da Ultrapar. “Após um terceiro trimestre que nos deixou animados com o processo de recuperação apresentado, sobretudo após o desempenho de Ipiranga, recebemos de forma mais reticente os resultados do 4T20”, afirma.

Ultragaz Ultrapar UGPA3
Derretendo: ações da Ultrapar estão entre as maiores quedas de hoje (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

Se apontar o culpado pelo ebitda fraco é fácil, mais difícil é entender o que aconteceu. Para a Ágora, “a fraqueza nos resultados da Ipiranga pode estar relacionada a perdas com importações.”

Já Conrado Vegner e Victor Chen, do Safra, atribuem o mau desempenho dessa rubrica aos “custos elevados, provisões para perdas e retorno de despesas que estavam suspensas nos trimestres anteriores”. A Ativa acrescenta que “a impressão é que o processo de recuperação segue mais lento do que esperávamos.”

De qualquer modo, apenas a Ágora indica a compra das ações da Ultrapar. Safra a Ativa mantiveram a recomendação neutra para os papéis, com preços-alvos de R$ 20,60 e R$ 22,50, respectivamente.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 25/02/2021 - 16:33