Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Preços do petróleo caem conforme preocupação com ataque iraniano diminui

08/01/2020 - 12:13
Bandeira do Irã
Tensões no Oriente Médio, envolvendo o Irã, provocaram picos na última sessão em que foram negociados os preços da commodities (Imagem: Unsplash/@dahaghin_ma)

Os contratos futuros do petróleo caíam nesta quarta-feira devido aos picos atingidos no início frenético da sessão depois que um ataque do Irã contra forças norte-americanas no Iraque elevou o espectro de um crescente conflito no Oriente Médio.

Os preços devolveram a maioria de seus ganhos iniciais à medida que instalações de produção de petróleo não foram afetadas pelos ataques. Os tuítes do presidente dos EUA, Donald Trump, e do ministro das Relações Exteriores do Irã também parecem sinalizar um período de calma, por enquanto.

O petróleo Brent recuava US$ 0,47, ou 0,69%, a 67,83 dólares por barril, às 12:07 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos caía 0,89 dólar, ou 1,42%, a 61,81 dólares por barril.

Petróleo
Agora, o movimento dos preços dependerá de qual será a linha vermelha para Trump, avalia especialista (Imagem: Reuters/Essam Al-Sudani)

Teerã disparou mais de uma dúzia de mísseis balísticos do território iraniano contra pelo menos duas bases militares iraquianas que hospedam funcionários da coalizão liderada pelos EUA, disseram militares norte-americanos.

As primeiras indicações sugerem que não há baixas dos EUA, disse uma fonte à Reuters, embora outras autoridades tenham se recusado a comentar. A televisão estatal iraniana disse que 80 “terroristas norte-americanos” foram mortos e helicópteros dos EUA e equipamentos militares, danificados.

Iraque, Alemanha, Dinamarca e Noruega disseram que nenhum integrante de suas tropas foi morto ou ferido.

“Agora, o movimento dos preços dependerá de qual será a linha vermelha para Trump. Após a reação inicial, os ganhos foram devolvidos”, disse Olivier Jakob, da consultoria Petromatrix.

Em nota, o Goldman Sachs manteve sua visão de três meses para o petróleo dos EUA a 63 dólares por barril.

“A recente alta nos preços do petróleo é insustentável sem uma interrupção real da oferta”, afirmou o banco.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Lucas Simões - 08/01/2020 - 12:13