Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Prejuízo da Saraiva chega a R$ 118 milhões no 2° trimestre; e-commerce cai 58%

24/08/2020 - 8:20
Saraiva
O fechamento das lojas físicas foi um forte baque para a companhia (Imagem: Reprodução/Saraiva/Facebook)

A rede de livrarias Saraiva Saraiva (SLED3; SLED4) reportou um prejuízo contábil de R$ 118 milhões no 2° trimestre de 2020. A administração da empresa aponta para os efeitos negativos causados pela pandemia de coronavírus.

De acordo com o balanço divulgado, o fechamento das lojas físicas foi um forte baque para a companhia. Ao observar a receita líquida das lojas físicas da Saraiva, nota-se uma derrocada de 95,5% de abril a junho, meses que marcaram o auge da quarentena no Brasil.

Já o e-commerce teve queda de 58% na comparação anual, somando R$ 23,3 milhões e R$ 55,8 milhões, respectivamente.

O indicador ajustado que mede a geração de caixa, (Ebitida, na sigla em inglês), cresceu 45% de abril a junho deste ano contra o mesmo intervalo em 2019. A companhia teve os seguintes saldos negativos, respectivos, de R$ 30 milhões e R$ 56 milhões.

No período, a receita bruta alcançou R$ 28 milhões, queda de 82,7% quando comparada com o 2° trimestre de 2019. A receita líquida seguiu a mesma tendência no trimestre, apresentando redução de 82,2%.

Confira o resultado da Saraiva no 2° trimestre:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 24/08/2020 - 8:30