Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Presidente do Banco do Brasil manifesta desconforto em seguir no cargo

26/02/2021 - 18:11
André Brandão
Brandão não pretende apresentar uma carta de renúncia, posição que o banco pode publicar ainda nesta sexta-feira, após o fechamento do mercado (Imagem: Wikimedia Commons)

O presidente-executivo do Banco do Brasil (BBAS3), André Brandão, manifestou a interlocutores desconforto em permanecer no cargo disse uma fonte com conhecimento do assunto, antes de o banco estatal negar que o executivo tenha pedido renúncia.

“O Banco do Brasil informa que não houve pedido de renúncia por parte de seu presidente”, afirmou a instituição financeira em fato relevante, após o fechamento do mercado nesta sexta-feira.

Pela segunda vez em semanas, especulações sobre uma saída iminente de Brandão tomaram o mercado nesta sexta-feira, provocando uma queda de 4,9% da ação do banco na Bovespa, diante da visão de investidores de ingerência governamental na gestão do BB.

A Reuters publicou mais cedo que Brandão mostrou incômodo em permanecer no comando do banco, apenas cinco meses após ter assumido, na esteira da ameaça do presidente Jair Bolsonaro de demiti-lo depois que o BB anunciou plano para economizar 2,7 bilhões de reais até 2025.

Espera-se que a legalização das apostas esportivas seja muito significativa aos impostos

O plano incluía fechamento de 361 agências e cerca de 5 mil demissões voluntárias.

O incômodo cresceu após Bolsonaro ter anunciado na semana passada a substituição do comando da Petrobras (PETR4), disse a fonte nesta sexta-feira, sob condição de anonimato.

Banco do Brasil
No mês passado, Bolsonaro ameaçou demitir Brandão, após o BB anunciar um plano para economizar 2,7 bilhões de reais até 2025 (Imagem: REUTERS/Adriano Machado)

Nas últimas semanas, o banco emitiu comunicados negando que tivesse havido manifestação do governo federal de mudança na alta administração do BB, enquanto Brandão atribuiu a rusga pública a um problema de comunicação com Bolsonaro.

No entanto, a situação voltou a se complicar após Bolsonaro ter anunciado na sexta-feira passada a decisão de indicar o general Joaquim Silva e Luna para o lugar presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, após a companhia ter anunciado novo reajuste nos preços dos combustíveis.

Na posse de Luna, na véspera, Bolsonaro afirmou que todas as estatais precisam cumprir uma função social e é inadmissível um presidente de uma dessas companhias que não tenha essa compreensão.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 26/02/2021 - 19:41

Pela Web