Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Primeiros títulos sociais da União Europeia atraem recorde de US$ 275 bilhões

20/10/2020 - 7:56
Bélgica Europa União Comissão Europeia
O interesse de investidores reflete a escassez de títulos com nota de crédito AAA (Imagem: Unsplash/@patrickfreyer)

A primeira emissão de títulos sociais da União Europeia teria recebido ordens de mais de 233 bilhões de euros (US$ 275 bilhões), um recorde na Zona do Euro.

O bloco está no caminho de levantar 10 bilhões de euros com a venda de títulos de dívida pública de 10 anos via bancos, segundo uma pessoa a par do assunto. Só essa oferta gerou ordens acima de 145 bilhões de euros, o maior volume para uma emissão na Europa. A UE também emite 7 bilhões de euros em títulos de 20 anos.

O interesse de investidores reflete a escassez de títulos com nota de crédito AAA. Além disso, títulos sociais são o segmento do financiamento sustentável que mais cresce. A emissão, também a primeira dívida conjunta da UE desde que o bloco fechou um acordo histórico de recuperação da pandemia, visa fornecer financiamento para um programa de auxílio ao mercado de trabalho.

A emissão com prazo de 10 anos é precificada três pontos-base acima das taxas midswaps, enquanto para o título de 20 anos o spread é de 14 pontos-base sobre as midswaps.

“Os livros precisam ser grandes, já que há mais ou menos 800 bilhões de euros a caminho”, disse Jan von Gerich, estrategista-chefe do Nordea Bank. “Esses títulos eram claramente esperados com ansiedade, e essas emissões apenas reforçam o quadro de que há uma enorme demanda por títulos no momento.”

A demanda por títulos de dívida atingiu máximas históricas em toda a região neste ano. O recorde anterior para uma única emissão era da Itália, que recebeu 107 bilhões de euros em ordens para uma venda de títulos de 10 anos em junho.

Euro Europa União Europeia
A UE também deve dominar o mercado de títulos verdes soberanos (Imagem: Reuters/Dado Ruvic)

O mercado de títulos sociais também atingiu máximas: o recorde anterior era da agência francesa CADES, com a emissão de 5 bilhões de euros e vencimento em 10 anos.

A UE contratou o Barclays, BNP Paribas, Deutsche Bank, Nomura e UniCredit para coordenar a venda.

O bloco pretende vender tantos títulos sociais para seu programa de empregos SURE quantos os emitidos globalmente até agora, embora o mercado esteja crescendo rápido: o volume multiplicou por quatro neste ano, acima de US$ 72 bilhões.

A UE também deve dominar o mercado de títulos verdes soberanos, com planos de começar a vender 225 bilhões de euros a partir do próximo ano.

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 20/10/2020 - 7:56

Pela Web