Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Quais foram as ações favoritas pelos grandes investidores em setembro?

17/10/2019 - 12:20
Levantamento mostra quais papeis foram mais comprados pelos grandes investidores (Imagem: Antonio Heredia/Bloomberg)

Por SmartBrain

Quais foram as ações mais compradas pelos grandes investidores em setembro?

Segundo o estudo Big Data SmartBrain, o destaque no mês foi o setor financeiro com a entrada na lista de preferência do IRB Brasil (IRBR3), empresa líder em resseguros da América Latina, que tem potencial de aumentar ainda mais seus negócios com o andamento dos projetos de infraestrutura no país.

Além disso, a companhia fez recentemente dois follow-ons, nos quais o Banco do Brasil (BBAS3), Caixa e o Governo Federal venderam participações e fez as ações ganharem mais volume e liquidez na Bolsa. A ação do IRB Brasil acumulou alta de 75,73% em doze meses terminados em setembro.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Ainda no segmento financeiro, as ações dos bancos também foram bastante procuradas. Os investidores compraram Bradesco (BBDC4), em primeiro lugar no ranking da preferência; Itaúsa (ITSA4), ocupando a quarta posição entre as favoritas, e  Itaú Unibanco (ITUB4), em sexto lugar.

De julho para setembro, Bradesco, Itaú e Itaúsa tiveram performance abaixo do Ibovespa, ficando mais atrativas para compras.

A mineradora Vale (VALE3), que em agosto estava na primeira colocação no ranking, desceu para a terceira posição. Já a Petrobras (PETR4) manteve-se no segundo lugar.

A Oi (OIBR3) que apareceu entre as ações prediletas na quinta posição em agosto, caiu para a oitava em setembro. Apesar de estar em processo de recuperação judicial, a empresa é beneficiada pelas mudanças aprovadas na Lei Geral de Telecomunicações e está buscando investidores. Contudo, no mês passado o preço do papel continuou despencando (-20,17%).

Top 10 ações preferidas dos investidores dos segmentos alta renda e private atendidos por assessores de investimentos independentes, segundo o Big Data SmartBrain, base de setembro:

Quanto aos fundos de ações favoritos, nove fundos que constavam na lista dos Top 10 de agosto prosseguiram em setembro, embora com algumas alterações nas posições.

O Equitas Selection FC FI de Ações manteve-se na liderança. Este fundo teve o maior retorno em 12 meses até setembro, de 74,86%. O Moat Capital FIC FIA passou do segundo para o terceiro lugar. Já o Indie FIC FI Ações subiu da quinta para a terceira posição.

Em setembro, o ARX Income FIA deixou a relação e o BTG Pactual Absoluto LS FIC FI Ações entrou no ranking.

Top 10 fundos de ações de setembro e suas rentabilidades:

É bom você recapitular o que aconteceu na Bolsa em setembro…

O Ibovespa fechou setembro em alta de 3,57% aos 104.745 pontos. O desempenho foi positivo, mas houve muitos altos e baixos.

Em 18 de setembro, o Banco Central reduziu a taxa Selic de 6% para 5,5% ao ano. Neste mesmo dia, o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, decidiu cortar a taxa de juros em 0,25 ponto percentual para o intervalo entre 1,75% e 2% ao ano.

Aqui no Brasil, as expectativas ainda se concentraram no andamento da reforma da Previdência, sendo que a votação em segundo turno no Senado acabou sendo adiada para outubro.

No cenário externo, no dia 14, refinarias da gigante petrolífera saudita Aramco foram atacadas por drones e mísseis, o que fez a sua produção ser reduzida pela metade e provocou a alta do preço do petróleo no mercado mundial. Mas, aos poucos a capacidade da Aramco foi normalizada.

Ainda no âmbito internacional, continuou a tensão comercial entre os Estados Unidos e a China e o outro fator de preocupação foi abertura da investigação na Câmara dos EUA para um possível processo de impeachment do presidente Donald Trump.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 17/10/2019 - 12:24