Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Qual fundo imobiliário pagou mais dividendos em 2019? Veja estudo do Safra

10/12/2019 - 15:09
Banco analisa maiores dividend yields dos últimos doze meses (Imagem: Unsplash/@victorfreitas)

Existem duas formas distintas dos fundos imobiliários remunerarem os investidores (cotistas), através da distribuição de dividendos ou da valorização do próprio ativo no mercado.

Dentro deste contexto, a equipe do Safra calculou quais foram os dividend yields (pagamento de dividendos sobre a cotação do ativo no mercado) mais voluptuosos dos últimos doze meses, bem como quais foram os menores do mercado neste período.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Pódio

Em primeiro lugar, o fundo imobiliário XP Corporate Macaé (XPCM11) ficou em primeiro lugar na escala dos maiores dividend yields, com 14,64%. Em seguida, os fundos imobiliários Edifício Almirante Barroso (FAMB11B) e Caixa Cedae (CXCE11B) completam o pódio, com relações de 10,64% e 9,89% – nesta ordem.

Cabe destacar que a letra “B” existente no final do código dos fundos imobiliários indica que o ativo é negociado no “mercado de balcão”, ambiente de negócios secundário sem a ingerência da B3 (B3SA3), sendo as negociações realizadas pelas próprias corretoras.

Este mercado, mesmo sem o ambiente de negociação da B3, é regulado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Por outro lado, pela menor necessidade de transparência e governança corporativa nas informações, é indicado para investidores mais avançados e familiarizados com o mercado de capitais.

Retardatários

Em contrapartida, os fundos imobiliários General Shopping Ativo (FIGS11) e Cenesp (CNES11) foram os dois piores no pagamento de proventos a seus cotistas, com dividend yields de 2,17% e 2,82% – respectivamente – nos últimos doze meses.

Em terceiro e quarto lugares aparecem os fundos imobiliários TB Office (TBOF11) e Europar (EURO11) – nesta ordem. Os dividend yields respectivos foram de 3,88% e 4,02% nos últimos doze meses.

Confira abaixo gráfico com os diviend yields dos últimos doze meses:

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 10/12/2019 - 15:11