Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Qual o melhor investimento para o jovem investidor?

08/03/2020 - 10:34
Jovens
Descubra, de uma vez por todas, qual é o melhor investimento para o jovem investidor eue está dando os seus primeiros passos no mercado financeiro (Imagem: Pixabay)

Embora ainda não faça parte da cultura dos brasileiros, a educação financeira tem ganhado espaço no dia a dia de adultos e, principalmente, na vida do jovem investidor que busca encontrar as melhores alternativas para investir seu dinheiro e acumular patrimônio ao longo da vida.

Para que isso seja possível, no entanto, não há fórmula mágica: é preciso criar o hábito de poupar frequentemente.

Neste contexto, no entanto, surge uma grande – e importante – dúvida no dia a dia dos jovens: afinal, qual é o melhor investimento para o jovem investidor? Onde e como realizar aportes para conquistar uma aposentadoria tranquila e equilibrada financeiramente?

É possível que a primeira resposta à esta pergunta que se venha em mente seja “aporte onde for mais rentável”. Mas, será mesmo que esta é a única – e a mais acertada – decisão de investimento quando o assunto é o melhor investimento para o jovem investidor? É sobre este tema que falaremos a seguir.

Continue a leitura e descubra, de uma vez por todas, qual é o melhor investimento para o jovem investidor, que está dando os seus primeiros passos no mercado financeiro. Acompanhe!

Poupar e economizar

Como já falamos, não há boas decisões financeiras sem que o hábito de economizar e poupar dinheiro seja colocado em prática, dia após dia. Não importa se você é jovem ou tem um pouco mais de idade: sempre é tempo de poupar e aportar o dinheiro que você recebe de maneira inteligente.

Para quem está começando a vida, estas duas práticas podem ser decisivas na hora de acumular patrimônio e conquistar a liberdade financeira de maneira mais fácil e em muito menos tempo.

Isso não significa, no entanto, que você deva sair por aí economizando todo cafezinho que toma na padaria, ou deva deixar de realizar algum desejo em prol da economia a qualquer custo.

O importante aqui é manter uma vida confortável, mas sem exageros. Não é preciso se privar de uma ida ao restaurante no final de semana, mas também não é necessário sair para comer fora todos os dias, não é mesmo?

Opções para investimento

Compreendida a necessidade de poupar e economizar dinheiro com inteligência, é chegado o momento de definir onde investir o dinheiro. E, atualmente, são muitas as opções para investimento disponíveis no mercado brasileiro para jovens investidores.

O investimento mais conhecido entre os poupadores brasileiros é a caderneta de poupança. Apesar de ser pouco rentável, este é um investimento popular, seguro e de fácil acesso a qualquer cidadão. Inclusive, ao estudante e ao jovem investidor, de modo geral.

Por isso, na maioria das vezes, este é sempre o primeiro tipo de investimento com o qual o investidor mais novo tem contato. Saiba, no entanto, que existem outras opções igualmente seguras e interessantes para qualquer jovem que deseja iniciar seus aportes.

Investir em um Fundo DI com taxa de administração mais baixa, por exemplo, pode ser uma alternativa à caderneta de poupança. Realizar aportes nos títulos do Tesouro também pode ser uma excelente opção para o jovem investidor.

Independentemente do produto ou modalidade de investimento, é fundamental manter a disciplina dos aportes freqüentes. Tendo em mente o que se deseja alcançar com estes investimentos. Organize suas finanças, planeje seus aportes e os objetivos que você pretende atingir com cada uma das suas aplicações.

Em seguida, procure estudar sobre as melhores opções de investimento, que se alinham às suas necessidades e às suas possibilidades de aportes mensais. E não se esqueça que, independentemente da rentabilidade, investir com freqüência – mantendo o foco e a disciplina – é sempre o caminho mais fácil para acumular patrimônio ao longo dos anos.

O melhor investimento para o jovem investidor 

O melhor investimento para o jovem investidor, no entanto, não está na renda fixa ou na renda variável: o melhor investimento para quem ainda é jovem é investir em si mesmo.

Antes de se preocupar em acumular patrimônio, o investidor mais jovem deve se focar em investir e reinvestir dinheiro em sua formação profissional, em cursos diversos, na aprendizagem de um novo idioma, e até mesmo em viagens e intercâmbios, a fim de agregar cada vez mais valor a si mesmo – tanto no âmbito pessoal quanto no âmbito profissional.

Ao investir no seu crescimento e em sua formação, o jovem tende a criar um cenário promissor para o seu crescimento profissional. Fazendo com que este jovem investidor alcance os mais altos patamares no médio e longo prazo.

Este avanço, quase sempre, resulta em melhores remunerações ao longo do tempo, que permitirão ao investidor realizar aportes mais substanciais no futuro – encurtando seu caminho para a conquista da liberdade e independência financeira, mesmo que os aportes sejam realizados tardiamente.

Portanto, se você ainda é jovem e pensa em iniciar seus investimentos, procure pensar nesta alternativa. Investir em você mesmo e no seu crescimento profissional e pessoal é, e sempre será, o melhor investimento para qualquer jovem investidor!

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Vitória Fernandes - 06/03/2020 - 14:00