Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Rendimento CDB: o que é e como funciona?

28/07/2021 - 12:00

Você conhece o CDB? O Certificado de Depósito Bancário é um investimento de renda fixa que atrai muitos investidores.

Quer saber mais sobre o investimento CDB? Como investir e qual sua rentabilidade? Acompanhe este material do Money Times:

O que é o CDB?

O CDB, sigla para Certificado de Depósito Bancário, é um tipo de investimento de renda fixa lançado pelos bancos. 

As instituições financeiras emitem um título, o CDB, e o investidor interessado os compra, fazendo um empréstimo para os bancos.

Na prática, o investidor que aposta no CDB empresta dinheiro para os bancos, os quais usam este capital para financiar suas atividades de crédito.

A remuneração dos investidores surge através da taxa de rentabilidade do empréstimo, definida no momento da compra. Esses juros são pagos pela instituição financeira no resgate do título.

Ou seja, você recebe o valor do empréstimo acrescido do rendimento durante o período determinado.

O CDB é garantido pelo FGC, Fundo Garantidor de Créditos. Este órgão assegura que, mesmo se a instituição para a qual você fez um empréstimo fechar, você recebe o dinheiro aplicado de volta. 

O limite de cobertura para este tipo de investimento é de R$ 250 mil por pessoa e por instituição. Este processo afirma a segurança do CDB.

Rentabilidade do investimento CDB

A rentabilidade do CDB varia de acordo com a oferta de juros dos diferentes títulos do investimento.

A taxa de rendimento depende da instituição bancária, do prazo de vencimento e período de carência e do investimento mínimo.

Esta variação da rentabilidade dificulta um cálculo antecipado do rendimento final.

O Certificado de Depósito Bancário oferece três tipos de rendimento: 

  • Prefixado: rentabilidade será fixa e predeterminada, com juros anual definido antes da compra. Ou seja, neste tipo de rendimento, é possível calcular quanto receberá ao final;
  • Pós-fixado: rendimento atrelado à variação de um índice – geralmente, o CDI, Certificado de Depósito Interbancário. Esta taxa é utilizada para calcular quanto os investidores receberão ao final do investimento;
  • Híbrido: rentabilidade indexada à inflação, que mescla o rendimento prefixado e o pós-fixado. O retorno oferecido pelo rendimento híbrido é medido pelo acompanhamento das variações do IPCA.

Como funciona o investimento em CDB?

Como você já sabe, o CDB é um empréstimo financeiro para instituições bancárias.

O período do investimento do CDB pode variar e costuma ser emitido entre 30 dias e 5 anos.

Além de não cobrarem taxa de administração, os este tipo de investimento têm particularidades muito importantes que todo investidor deve saber: 

Investimento Mínimo

O valor mínimo de investimento depende do emissor – a instituição bancária. Hoje, é possível investir no CDB com aportes iniciais de a partir de R $1 mil, mas este valor pode variar.

Resgate

Os investimentos em CDB seguem um prazo de vencimento, o qual impõe uma data para o resgate do valor.

Caso o investidor queira antecipar essa operação, a sua rentabilidade final pode ser afetada.

Liquidez

Os CDBs oferecem liquidez diária e liquidez no vencimento.

Com a liquidez diária – oferecida, principalmente, pelos grandes bancos – é possível resgatar a remuneração a qualquer momento, mesmo antes do prazo final.

Em alguns casos, os CDBs aderem à liquidez diária após um período de carência – o qual o dinheiro ainda não pode ser resgatado. Após o cumprimento do prazo, o investidor tem o direito de resgatar seu investimento, sem alteração nos valores.

No caso da liquidez no vencimento, o investidor só pode resgatar os rendimentos no prazo final do investimento, seguindo as condições estabelecidas no momento da aplicação.

Porém, apesar de não ser possível resgatar a remuneração a qualquer momento, os títulos com este tipo de liquidez, usualmente, oferecem melhores rendimentos.

Tributação

A rentabilidade do CDBs é tributada no Imposto de Renda e segue o padrão dos investimentos de renda fixa. 

A alíquota que incide sobre o investimento pode variar entre 15%, para aplicações com mais de 720 dias, e 22,5%, para as inferiores a 180 dias.

Sobre as aplicações resgatadas em menos de 30 dias, existe também a cobrança de IOF – Imposto sobre Operações Financeiras.

Quanto maior o tempo do investimento, menor a incidência do IR. Isso acontece porque a alíquota paga segue uma tabela regressiva, que diminui as taxas no passo em que o tempo da aplicação aumenta:

TEMPO DE INVESTIMENTO ALÍQUOTA
Até 180 dias 22,5%
Entre 181 e 365 dias 20%
Entre 365 e 720 dias 17,5%
Acima de 720 dias 15%

A tributação do IR recai apenas sobre o rendimento. Ou seja, o valor do empréstimo não é taxado, apenas os juros recebidos.

Os títulos do CDB são investimentos de baixo risco. Por esta característica, eles podem ser ótimas opções para quem está entrando no mundo dos investimentos, para investidores conservadores e moderados, e para quem quer diversificar o portfólio.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por Giovana Leal - 28/07/2021 - 11:39

Cotações Crypto
Pela Web