Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Rumo reverte prejuízo e tem lucro líquido de R$ 77,7 milhões no 3º trimestre

08/11/2017 - 21:08

A Rumo registrou um lucro líquido de R$ 77,7 milhões no terceiro trimestre, revertendo prejuízo de R$ 58,8 milhões no mesmo período do ano anterior. O crescimento do Ebitda e a redução no custo da dívida, devido à queda de juros, foram os principais fatores para esse resultado, parcialmente impactado pelo aumento da depreciação no terceiro trimestre.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Rumo atingiu R$ 800,9 milhões no terceiro trimestre, resultado 24,6% superior ao reportado no mesmo período do ano passado. A margem terminou o trimestre em 48,6%, ante 44,7% de um ano antes.

“O resultado deve-se principalmente aos maiores volumes transportados no período. Adicionalmente, a companhia continua alcançando maior eficiência em custos”, comunicou a empresa no relatório de administração que acompanha o balanço. A receita líquida, por sua vez, somou R$ 1,648 bilhão, representando um incremento de 14,7% no comparativo anual.

O resultado financeiro do terceiro trimestre apontou uma despesa líquida de R$ 388,2 milhões, 8,4% inferior ao informado em igual período do ano anterior. Nos primeiros nove meses, a despesa líquida da empresa aumentou 0,9% no comparativo anual, somando R$ 1,272 bilhão.

“Esse efeito foi parcialmente compensado pelo aumento do saldo médio da dívida, decorrente da emissão das Senior Notes 2024. Os encargos sobre Arrendamento Mercantil e Certificados de Recebíveis Imobiliários apresentaram uma queda expressiva devido às amortizações ocorridas nesses instrumentos, sem ocorrência de novas captações relevantes.

O rendimento de aplicações financeiras apresentou uma redução de 12% decorrente da queda do CDI, parcialmente compensada pelo maior saldo médio de caixa no período”, destacou a companhia.

Endividamento

O endividamento abrangente bruto ao final do terceiro trimestre foi de R$ 11,3 bilhões, 6,4% inferior ao terceiro trimestre de 2016. A alavancagem foi reduzida para 3,98 vezes, considerando o Ebitda de R$ 2,4 bilhões dos últimos 12 meses.

Segundo relatório da companhia, o aumento de 3,7% no saldo da dívida líquida abrangente pode ser atribuído a execução do plano de investimentos, que consumiu parte do caixa no período.

“Todas as dívidas denominadas em moeda estrangeira da Rumo encontram-se protegidas contra variações da taxa de câmbio”, informou a companhia. O Capex totalizou R$ 473,8 milhões no terceiro trimestre, 7,5% superior a igual intervalo do ano passado. No acumulado do ano, o Capex foi de R$ 1,4 bilhão, com declínio de 1,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

(Por Adriana David, especial para a AE)

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Gustavo Kahil - 08/11/2017 - 21:08

Cotações Crypto
Pela Web