Empresas

Santander (SANB11) pagará R$ 1,5 bilhão em juros sobre o capital próprio

10 jul 2024, 18:16 - atualizado em 10 jul 2024, 18:27
Agência do Santander na Faria Lima (Kaype Abreu/ Money Times)
Segundo o documento, o valor por ação unit será de R$ 0,40249970882 (Kaype Abreu/ Money Times)

O Santander (SANB11) aprovou o pagamento de R$ 1,5 bilhão em juros sobre o capital próprio, mostra documento enviado ao mercado nesta quarta-feira (10).

Segundo o documento, o valor por ação unit (SANB11) será de R$ 0,40249970882. Com a dedução do Imposto de Renda, o valor cai para R$ 1,2 bilhão.

A partir de 22 de julho de 2024, as ações da companhia serão negociadas “ex-Juros sobre o Capital Próprio”.  A data de pagamento será em 9 de agosto.

Hora de comprar Santander?

Itaú BBA revisou suas preferências e promoveu quatro mudanças de rating no setor de bancos. Santander e Banrisul (BRSR6) foram elevados para outperfom (desempenho esperado acima da média do mercado, equivalente a “compra”), enquanto BTG Pactual (BPAC11) e Banco do Brasil (BBAS3) foram rebaixados para market perform (equivalente à neutra).

Os analistas da casa apontam que a elevação do banco espanhol reflete o otimismo contínuo com o negócio de crédito ao consumidor e avanços internos significativos que impulsionarão o crescimento dos lucros. Para os analistas, o banco vem limpando suas linhas de crédito desde 2022 em termos de provisões e clientela, ficando mais preparado para acelerar esse ciclo.

Junto a isso, há uma nova abordagem de entrada no mercado e de atendimento ao cliente e o primeiro trimestre já apresentou ganhos de participação de mercado em áreas-chave como cartões de crédito, folha de pagamento, veículos e PME.

Editor-assistente
Formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, cobre mercados desde 2018. Ficou entre os 50 jornalistas +Admirados da Imprensa de Economia e Finanças das edições de 2022 e 2023. É editor-assistente do Money Times. Antes, atuou na assessoria de imprensa do Ministério Público do Trabalho e como repórter do portal Suno Notícias, da Suno Research.
Linkedin
Formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, cobre mercados desde 2018. Ficou entre os 50 jornalistas +Admirados da Imprensa de Economia e Finanças das edições de 2022 e 2023. É editor-assistente do Money Times. Antes, atuou na assessoria de imprensa do Ministério Público do Trabalho e como repórter do portal Suno Notícias, da Suno Research.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.