SEC acusa promotor da Califórnia de realizar esquemas de bitcoin fraudulentos

The Block
The Block
19/11/2021 - 8:18
Traduzido e editado por Vitória Martini
The Block
Bitcoin Martelo Justiça
O acusado prometia que a negociação de criptomoedas traria altas taxas de retorno a seus clientes (Imagem: Unsplash/executium)

A Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio (SEC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos acusou um homem do estado da Califórnia de conduzir duas ofertas não registradas e fraudulentas de valores mobiliários, ao operar plataformas que, supostamente, solicitavam bitcoin (BTC) e prometiam falsos retornos.

Ryan Ginster arrecadou cerca de US$ 3,6 milhões em bitcoin por meio de seus sites MyMicroProfits.com e Social Profimatic, segundo a acusação da SEC.

Em ambos os casos, Ginster prometia que “a negociação de criptomoeda e arbitragem de publicidade” renderiam o que a Comissão chamou de “taxas de retorno astronômicas” aos clientes. 

A agência também afirmou que Ginster desviou, pelo menos, US$ 1 milhão dos fundos para despesas de uso pessoal, como para o pagamento de impostos, contas de cartão de crédito e despesas de moradia.

A SEC registrou a reclamação no tribunal do distrito central da Califórnia, acusando Ginster de violar as regras antifraude e de registro da Lei de Valores Mobiliários de 1933 e da Lei de Comercialização de Valores Mobiliários de 1934. 

Como resultado, a reguladora está em busca de ordens judiciais permanentes contra Ginster, bem como a restituição do valor arrecadado por ele e penalidades civis.

theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Vitória Martini - 19/11/2021 - 8:18

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web