SEC afirma que Elon Musk violou normas judiciais por conta de seus tuítes

03/06/2021 - 16:47
Além da SEC afirmar que a Tesla descumpriu com ordens judiciais, o bilionário continua sendo amplamente criticado pela comunidade cripto (Imagem: Reuters/Mike Blake)

Segundo a Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (SEC, na sigla em inglês), Elon Musk, CEO da Tesla (TSLATSLA34), violou normas judiciais que exigiam que seus tuítes fossem verificados por advogados da empresa, segundo o Wall Street Journal.

Geralmente, Musk tuita sobre criptomoedas mas, nesse caso em específico, a SEC se preocupa com os tuítes do bilionário sobre altos dados de fabricação e o preço de suas ações.

Em maio de 2020, SEC informou à Tesla que esta havia “falhado em implementar esses procedimentos e controlar os volumes apesar de repetidas violações pelo sr. Musk” , relembra o Decrypt.

“Tesla abdicou das responsabilidades exigidas pela ordem do tribunal”, afirmou a carta da SEC.

Em meio a uma investigação sobre fraude em 2018, a SEC exigiu que a Tesla aprovasse os tuítes de Musk antes que estes fossem publicados.

Em 29 de julho de 2019, Musk tuitou: “acelerando ainda mais a linha de produção. Esperamos fabricar cerca de mil tetos solares por semana até o fim deste ano”.

Esse tuíte, segundo a comissão, deveria ser aprovado previamente pela empresa, pois exigia que “estimativas de produção, vendas ou entregas” não fossem divulgadas.

Em 1º de maio de 2020, as ações da Tesla caíram após um tuíte de Musk, que afirmava: “o preço da ação da Tesla está alto demais, na minha opinião” — a empresa afirmou que era apenas uma opinião pessoal e não exigia autorização.

“A vista das repetidas recusas do sr. Musk em enviar suas comunicações por escrito no Twitter para pré-aprovação da Tesla, estamos muito preocupados com as repetidas decisões da Tesla de que não houve violações de normas por conta de possíveis conquistas”, afirmou a SEC em uma carta enviada em 8 de maio de 2020.

Em 2 de junho de 2020, o bilionário brincou: “‘SEC’ — abreviação de três letras, em que a terceira letra significa ‘Elon’”:

De acordo com o Wall Street Journal, o conselho externo da Tesla afirmou que reguladores tentam “atormentar e silenciar o sr. Musk”.

Em junho de 2020, a SEC enviou outra carta, afirmando:

Exigimos que a empresa reconsidere suas posturas sobre essa questão ao agir na implementação e aplicar controles de informações e procedimentos […] para evitar danos futuros aos acionistas.

Os tuítes de Musk sobre cripto também geraram consequências. Segundo Lennart Ante, pesquisador do Blockchain Research Lab:

Com base em seis atividades recentes e relacionadas a cripto no Twitter, identificamos volumes de negociação altamente anormais após cada evento.

Descobrimos rendimentos drasticamente anormais de até 18,99% para bitcoin e 17,31% para dogecoin em períodos de tempo diferentes.

Se um único tuíte pode resultar em um aumento de US$ 111 bilhões na capitalização de mercado do bitcoin, um tuíte diferente também poderia eliminar um valor similar.

Muitos especialistas do mercado cripto são contra a influência de Musk no mercado cripto. Porém, muitos não esperavam por um “confrontamento visual” ao bilionário.

Russell Okung, jogador veterano da National Football League (NFL) e fanático por cripto — metade do seu salário é pago em bitcoin —, lançou uma campanha educacional chamada “Bitcoin is”.

Em outdoors, o jogador lançou uma campanha chamada “fique com o espaço, Elon”, que critica as recentes afirmações de Musk e da Tesla sobre o impacto ambiental da mineração do bitcoin.

“Fique com o espaço, Elon”, critica o jogador Russell Okung, grande defensor da tecnologia cripto (Imagem: Bitcoin Is…)

Segundo um comunicado de imprensa, os outdoors — espalhados pelos estados americanos da Flórida, Texas e Califórnia — “visam fornecer um lembrete ao público de que Musk só esteve mencionando o bitcoin há alguns meses e que ele não é uma autoridade nesse domínio”.

Em e-mail ao Decrypt, Okung disse:

O bitcoin é a melhor chance da humanidade pela liberdade. A narrativa pública precisava de correção conforme Elon aparentemente interpretou mal o verdadeiro benefício à nossa espécie.

Nenhuma pessoa é uma ameaça ao bitcoin no grande esquema da vida. Seu impacto no bitcoin é temporário.

Além disso, o jogador tuitou:

O FUD [medo, incerteza e dúvida] que vem de Wall Street contra o bitcoin não vai durar.

A essência de qualquer revolução pacífica é um colapso no sistema das crenças, de que este precisa ser verdadeiro.

O bitcoin limpa o chão com as finanças tradicionais.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 03/06/2021 - 16:54

Cotações Crypto
Pela Web