Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Sergio Moro troca de partido e abre mão de sua candidatura à presidência

Alexa Meirelles
31/03/2022 - 16:15
Sergio Moro abriu mão de sua candidatura nas eleições para trocar de partido e se filiar à União Brasil
Sergio Moro abriu mão de sua candidatura nas eleições para trocar de partido e se filiar à União Brasil (Imagem: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

O ex-juiz Sergio Moro, terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, não é mais pré-candidato à presidência da República nas eleições deste ano.

Moro anunciou na tarde desta quinta-feira (31) que abre mão da candidatura ao trocar de partido. Ele deixa o Podemos para se filiar à União Brasil (fusão entre o DEM e o PSL).

A “desistência” teria sido uma condição imposta pela nova legenda, presidida pelo deputado federal Luciano Bivar. Leia a nota oficial publicada em suas redes sociais:

“O Brasil precisa de uma alternativa que livre o país dos extremos, da instabilidade e da radicalização. Por isso, aceitei o convite do presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar, para me filiar ao partido e, assim, facilitar as negociações das forças políticas de centro democrático em busca de uma candidatura presidencial única. A troca de legenda foi comunicada à direção do Podemos, a quem agradeço todo o apoio. Para ingressar no novo partido, abro mão, nesse momento, da pré-candidatura presidencial e serei um soldado da democracia para recuperar o sonho de um Brasil melhor.”

Renata Abreu, presidente nacional do Podemos, soltou uma nota oficial comentando a saída de Moro. Confira:

“Foi mais de um ano de conversas até a filiação de Sergio Moro e o lançamento de sua pré-candidatura à presidência da República pelo Podemos, sempre respeitando seu momento de vida profissional e pessoal e trabalhando para oferecer ao Brasil uma esperança contra a polarização dos extremos.

O Podemos jamais mediu esforços para garantir ao presidenciável uma pré-campanha robusta, a começar por um grande evento de filiação e por toda retaguarda necessária para deslocamentos em segurança pelo País, com total garantia de recursos para sua futura campanha eleitoral.

O Podemos não tem a grandeza financeira daqueles que detém os maiores fundos partidários, como é sabido por todos. Mas tem a dimensão daqueles que sonham grande, com a convicção de que o projeto de um Brasil justo para todos vale mais do que o dinheiro.

Para a surpresa de todos, tanto a Executiva Nacional quanto os parlamentares souberam via imprensa da nova filiação de Moro, sem sequer uma comunicação interna do ex-presidenciável.

Seguiremos focados para  apresentar aos brasileiros e brasileiras uma alternativa que olhe nos olhos sem titubear. E que, com firmeza de propósitos, nunca desista de sonhar. Porque, sim, juntos podemos mudar o Brasil!

EXECUTIVA NACIONAL DO PODEMOS

RENATA ABREU, presidente nacional.”

Candidatura de Moro

Sergio Moro se filiou ao Podemos em novembro do ano passado. Ele poderia trocar de legenda até esta sexta-feira (1), quando se encerra a janela de migração partidária.

Como pré-candidato, Moro despontava como o principal nome da tal “terceira via”, que se apresenta como uma alternativa tanto a Lula (PT) como a Jair Bolsonaro (PSL).

Um “novato” na política, o ex-juiz aparecia na frente de nomes como Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB) e mesmo João Doria (PSDB). Curiosamente, na manhã desta mesma quinta-feira (31), esperava-se que Doria desistiria da pré-candidatura, o que não aconteceu.

Segundo informou o site O Antagonista, Moro ligou para Álvaro Dias, presidente da bancada do Podemos no Senado, para comunicar a sua decisão.

Ele teria dito que deixava a legenda rumo à União Brasil em busca de uma “estrutura maior”.

Dias não teceu fortes críticas ao ex-correligionário, mas afirmou à coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, que a troca será contraditória, já que para desistir da candidatura não seria necessário trocar de partido.

Última atualização por Diana Cheng - 31/03/2022 - 19:49

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto