Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Simone Tebet: Quem é a senadora do MDB que pode ser a candidata da terceira via?

Bruno Andrade
23/05/2022 - 15:38
Simone Tebet, eleições
Tebet votou a favor do impeachment de Dilma, das reformas da Previdência e trabalhista, além da manutenção do mandato de Aécio Neves (Imagem: Agência Senado /Marcos Oliveira)

A senadora do MDB, Simone Tebet, passou a ser um dos principais nomes de candidatos à presidência da República pela terceira via após a desistência do tucano João Doria ao Palácio do Planalto nesta segunda-feira (23).

Na coletiva desta segunda, o presidente do PSDB, Bruno Araújo comentou que uma aliança com Tebet não está descartada.

“Vamos dar um passo à frente agora, a construção agora não é só definir o nome da Simone, mas construir o projeto de compromisso de programa com o Brasil. O governador João Doria preparou uma equipe de forma árdua […] e é preciso que haja agora o compromisso de receber toda essa construção do programa e do trabalho de João Doria”, disse Araújo.

Araújo defendeu que a desistência de Doria se dá para “fortalecer a terceira via”, e “não para dividir ainda mais o país” no momento da decisão, que ocorre em outubro deste ano.

Mas afinal, quem é Simone Tebet?

Simone Tebet nasceu em 22 de fevereiro de 1970 na cidade de Três Lagoas, no interior do Mato Grosso do Sul. A parlamentar estudou direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Filha de Ramez Tebet, senador e ex-presidente do Congresso Nacional, Simone começou sua carreira política carreira política em 2002, depois de ser a mulher mais votada (até aquele momento) para o cargo de deputada estadual.

Em 2004 foi eleita prefeita de três lagoas, onde foi a primeira mulher a ocupar o cargo. Tebet foi reeleita em 2008 com 75% dos votos válidos.

Em 2010 foi eleita vice-governadora do Mato Grosso do Sul. Em 2014 candidatou-se ao Senado. Simone Tebet foi eleita e se mantém no cargo até o momento.

Como foi a atuação da pré-candidata no Senado?

Tebet entrou no Senado em um momento conturbado da história brasileira e votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff (PT). A senadora também votou a favor das últimas reformas liberais, como a PEC do Teto de Gastos e a reforma trabalhista.

Simone Tebet também conduziu, de forma favorável, a votação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado em 2019, época em que presidia a comissão mais importante da casa.

A senadora também votou favoravelmente para que Aécio Neves (PSDB-MG) não perdesse seu mandato, mesmo após o tucano ter áudios vazados, nos quais Neves acertava um pagamento de R$ 2 milhões em propina com Joesley Batista. A justiça inocentou o senador mineiro e arquivou o caso.

Receba as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e esteja sempre bem informado com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receba as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

Última atualização por Tamires Vitorio - 23/05/2022 - 15:38

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto