Soja tem mínima de 2 meses com recuo de preços do óleo vegetal

16/06/2021 - 19:08
Soja
A soja para julho negociada em Chicago fechou em queda de 17,25 centavos a 14,4850 dólares por bushel (Imagem: Pixabay)

Os contratos futuros da soja nos EUA recuaram nesta quarta-feira, para o menor nível em quase dois meses, pressionados por uma queda nos preços globais de óleos vegetais, vindo de uma máxima de vários anos, afirmaram analistas.

Os futuros do milho e do trigo fecharam sem direção comum, com os próximos contratos de milho e trigo para julho fechando em alta, enquanto os últimos meses caíram.

A soja para julho negociada em Chicago fechou em queda de 17,25 centavos a 14,4850 dólares por bushel, após cair a 14,4250 dólares, uma mínima desde 20 de abril.

Já o milho para julho fechou em alta de 5,50 centavos para 6,73 dólares o bushel, e o trigo para julho avançou 6,50 centavos, para 6,68 dólares o bushel.

Os futuros do óleo de soja levaram à queda do complexo de soja.

O óleo de soja para julho recuou no limite de 3,5 centavos de dólar, para 62,07 centavos de dólar por libra, após avançar na semana passada para 73,74 centavos de dólar, uma máxima de todo o tempo em um gráfico contínuo do primeiro contrato de óleo de soja.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 16/06/2021 - 19:08

Pela Web