Soja volta do feriado dos EUA com tendência de fortes perdas por chuvas na Argentina

Giovanni Lorenzon
18/01/2022 - 10:23
Campos de trigo em fazenda próxima de Azul, Argentina
Soja argentina mais tardia ganha fôlego com chuvas recentes e bons sinais para os próximos dias (Imagem: Reuters/Agustin Marcarian)

Os níveis de chuvas que voltaram em algumas das principais regiões produtoras de soja argentinas estão tirando força das cotações da soja neste primeiro dia (18) de sessão na CBOT (Chicago).

A extensão das perdas, sobre a sexta, já era esperada se o clima favorável para a melhora das lavouras mais tardias se confirmasse, como ocorreu ontem durante o feriado americano, quando as bolsas não funcionaram.

Os negócios para vencimentos em março e maio (mais importante para o Brasil) aumentaram seus recuos, desde a saída das operações da madrugada.

Às 10h20 (Brasília), o março e o maio estão perdendo iguais, 1,40%, respectivamente a US$ 15,51  e US$ 13,61.

Também há chuvas pontuais no Rio Grande do Sul, porém ainda num nível mais baixo, mas para o país vizinho há sinais de institutos meteorológicos locais apontando para renovação das precipitações para até 15 dias próximos.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 18/01/2022 - 10:28

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto