Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

S&P melhora nota de risco da Oi

19/10/2020 - 11:34
OI OIBR3 OIBR4
A Oi deve estar livre da pressão de liquidez no curto prazo, o que explica a perspectiva estável da S&P (Imagem: REUTERS/Nacho Doce)

A S&P Global elevou o rating de crédito da Oi (OIBR3;OIBR4) de “SD” para “CCC+” em escala global e de “SD” para “brBB” em escala nacional, com perspectiva estável.

Em relatório divulgado na última sexta-feira (16), a a agência de classificação de risco afirmou que a Oi deve estar livre da pressão de liquidez no curto prazo, o que explica a perspectiva estável. A premissa também parte da ideia de que a companhia vai repagar ou refinanciar suas debêntures.

Além da revisão do rating de crédito, a classificação de emissão foi elevada de “CCC-” a “CCC+”.

“Os ratings refletem nossa premissa de que a empresa conseguirá refinanciar ou repagar suas debêntures com vencimento em janeiro de 2022 e, portanto, não enfrentará pressões de liquidez no curto prazo porque não terá outros vencimentos significativos até 2025”, afirmou a S&P.

Apesar das boas perspectivas sobre a Oi como uma nova empresa, concentrada em serviços de fibra óptica por meio da InfraCo, a S&P destacou que ainda existem riscos de execução e desafios operacionais.

“A Oi enfrentará competição significativa no segmento de banda larga fixa porque os serviços FTTH se tornaram um foco para a maioria de seus competidores pelos altos retornos esperados, apesar de acreditarmos que a empresa possui uma grande vantagem competitiva devido a sua capilaridade geográfica”, explicou.

As linhas de cobre, cujas desconexões devem acelerar nos próximos anos, levarão a uma queda nas receitas em 2021 e 2022, com recuperação prevista apenas em 2023.

Caixa

A Oi também divulgou na sexta o relatório da Arnoldo Wald sobre as finanças da companhia. Neste ano, a empresa acumula uma queima líquida de R$ 2,9 bilhões no caixa operacional.

As receitas totalizaram R$ 2,1 bilhões, enquanto os pagamentos aceleraram e cresceram para R$ 1,8 bilhão. Os investimentos atingiram R$ 528 milhões.

Atualmente, a Oi conta com R$ 5,4 bilhões em caixa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 19/10/2020 - 11:34

Cotações Crypto
Pela Web