Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Taurus reverte prejuízo e tem lucro recorde de R$ 102 milhões; receita mais que dobra

12/11/2020 - 18:38
Taurus Armas
A receita operacional chegou a R$ 490,8 milhões, salto de 102% (Imagem: Facebook/Taurus Armas)

A Taurus Armas (TASA3;TASA4) reverteu o seu prejuízo de R$ 26,4 milhões do ano passado e registrou lucro de R$ 102 milhões no terceiro trimestre de 2020, mostra documento enviado ao mercado nesta quinta-feira (12).

Segundo a empresa, os resultados operacionais compensaram a totalidade do resultado líquido negativo registrado no primeiro semestre de 2020, causado pela pressão do dólar sobre o endividamento.

A receita líquida operacional chegou a R$ 490,8 milhões, salto de 102%. Só nos nove primeiros meses de 2020, a empresa totalizou R$ 1.212,9 bilhão, superando em 21,3% o registrado em todo o ano de 2019.

O Ebitda também registrou um recorde de R$ 152,3 milhões, disparada de 665% em relação ao ano passado. A margem Ebitda ficou em 31%.

Foram produzidas 488 mil armas no terceiro trimestre, totalizando 1.103 milhão de unidades no ano, com a fábrica da Georgia, nos EUA, já superando, em relação a iguais períodos de 2019, os volumes produzidos na antiga unidade industrial nesse país.

O volume de vendas de armas no ano totalizou 1.290 mil unidades, 28,4% superior a 2019. Houve ainda uma redução de 35% nas despesas financeiras, para R$ 22,5 milhões.

“As variações cambiais passivas, efeito da desvalorização do real sobre a dívida registrada em dólares, continuam, no entanto, pressionando o resultado financeiro”, informou.

Eleição de Biden

Maior mercado consumidor de armas da Taurus, a empresa prevê que o número de armas vendidas nos Estados Unidos cresça com a eleição do presidente democrata Joe Biden para ocupar à Casa Branca.

“A exemplo do que ocorreu na eleição do então candidato Barack Obama à Casa Branca em 2012 e 2016, quando houve aumento considerável na procura por armas de fogo quando comparados aos anos anteriores à eleição, esse efeito deverá acontecer também agora em 2021. Historicamente, nos anos posteriores à eleição de um candidato democrata para a presidência dos EUA, há aumento na procura por armas”, afirmou Salesio Nuhs, CEO da Taurus.

Veja o resultado

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por Renan Dantas - 12/11/2020 - 18:38