Telegram não vai integrar carteira TON no aplicativo devido regulamentação

07/01/2020 - 8:25
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
telegram
O drama SEC vs. Telegram continua enquanto a regulamentação ainda não é definida (Imagem: Twitter/Telegram)

Em um aviso público, Telegram disse que não vai integrar a carteira TON em seu serviço de mensagens criptografadas quando o blockchain da Telegram Open Network (TON) for lançado.

Em vez disso, a empresa vai oferecer a carteira em uma base independente para competir com outras possíveis carteiras para tokens GRAM fornecidas por terceiros.

Mas Telegram não descartou a possibilidade de integrar a carteira TON no futuro, ou seja, se isso “for permitido sob leis aplicáveis e autoridades governamentais”.

Alguns, incluindo Spencer Noon da DTC Capital, veem o anúncio como um soco no estômago para os investidores em GRAM.

Um dos motivos principais para investir em TON foi a possível oportunidade para usar Telegram, com sua base de 200 milhões de usuários mensais, como um canal de distribuição.

O aviso veio em menos de uma semana após o juiz distrital dos EUA solicitar que o Telegram explicasse por que a empresa falhou em fornecer todas as suas informações financeiras sobre ICOs à SEC americana.

A agência governamental quer determinar o papel do Telegram no desenvolvimento da rede TON e dos tokens GRAM, pois julga relevante à parte de “iniciativas de outros” do Teste de Howey.

Telegram tem algumas datas marcadas com a SEC. Pavel Durov, fundador e CEO do Telegram, junto com dois outros funcionários, vão prestar testemunho hoje, 7, no caso SEC vs. Telegram. O depoimento vai preparar o terreno para quando ambos forem ao tribunal no dia 18 de fevereiro.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 07/01/2020 - 8:25

Pela Web