Fundos de Investimento

Títulos isentos de IR: 4 fundos de renda fixa que batem a Selic investindo em debêntures

30 ago 2023, 16:23 - atualizado em 30 ago 2023, 16:23
Debêntures Incentivadas
Debêntures incentivadas financiam projetos de infraestrutura no Brasil; entenda as oportunidades na renda fixa isenta de IR. (REUTERS/Divulgação Ministério Infraestrutura

A XP tem uma visão positiva para o investimento em renda fixa indexada à inflação (IPCA+). Então, fora do Tesouro Direto, os títulos de crédito privado oferecem taxas de rentabilidades maiores, como as debêntures incentivadas, que não têm cobrança de imposto de renda.

Conforme a corretora, são os títulos IPCA+ de longo prazo, bem característico das debêntures incentivadas, que podem maximizar o retorno dos investidores de renda fixa.

“Além de investir nos títulos Tesouro IPCA+, sugerimos uma parcela da carteira de renda fixa tenha alocação em fundos. Afinal, eles começam a apresentar um bom ponto de entrada”, recomenda a XP.

Dessa forma, fundos de renda fixa com gestão ativa ainda podem aproveitar o ciclo de queda da taxa Selic. Pois, o fechamento da curva de juros provoca a marcação a mercado positiva das debêntures incentivadas.

Renda fixa com debêntures incentivadas

Uma das principais vantagens dos fundos de debêntures incentivadas é que, de cara, o investidor tem acesso a uma carteira pulverizada. Em crédito privado, quanto mais ativos melhor, assim reduzindo o risco de determinado emissor.

Sendo assim, a XP lista quatro fundos de debêntures incentivada das principais gestoras do mercado, já incorporando os riscos da “volta” de um BNDES mais ativo na concessão de crédito.

Fundo de debêntures incentivadas Gestora Retorno do fundo Retorno do CDI Data de início do fundo
ARX Elbrus Advisory ARX 43,7% 31,2% Março de 2019
JGP Debêntures Incentivadas Juros Reais JGP 30,4% 25,5% Julho de 2021
Sparta Debêntures Incentivadas Inflação Sparta 34,8% 27,2% Janeiro de 2021
XP Debêntures Incentivadas XP Asset 157,9% 125,3% Dezembro de 2014

Repórter
Repórter de renda fixa do Money Times e Editor de agronegócio do Agro Times desde 2019. Antes foi Apurador de notícias e Pauteiro na Rede TV! Formado em Jornalismo pela Universidade Paulista (UNIP) e em English for Journalism pela University of Pennsylvania. Motivado por novos desafios e notícias que gerem valor para todos.
Linkedin Instagram Site
Repórter de renda fixa do Money Times e Editor de agronegócio do Agro Times desde 2019. Antes foi Apurador de notícias e Pauteiro na Rede TV! Formado em Jornalismo pela Universidade Paulista (UNIP) e em English for Journalism pela University of Pennsylvania. Motivado por novos desafios e notícias que gerem valor para todos.
Linkedin Instagram Site