Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Trabalho remoto aumenta produtividade de funcionários, mostra pesquisa

23/08/2019 - 16:47
Um estudo envolvendo uma agência chinesa de viagens viu a produtividade aumentar 13% quando seus funcionários receberam permissão para fazer trabalho remoto (Imagem: Pixabay)

A onda do trabalho remoto não é passageira, de acordo com pesquisadores de Harvard. Partindo de uma análise feita com base em estudos sobre o conceito Work From Anywhere (WFA), mais precisamente de um programa realizado em 2012 com o U.S. Patent & Trade Office (USPTO), os especialistas descobriram que pessoas que trabalham em qualquer lugar veem seu desempenho profissional aumentar 4,4%, registrando acréscimo de US$ 1,3 bilhão ao ano na economia norte-americana.

A pesquisa também mostrou que a produtividade aumenta quando o funcionário trabalha em casa (considerando a localização do WFA). Um estudo envolvendo uma agência chinesa de viagens viu a produtividade aumentar 13% quando seus funcionários receberam permissão para fazer trabalho remoto.

Dados da análise revelaram que as pessoas acabam escolhendo trabalhar me lugares com baixo custo de vida, ocasionando em um aumento salarial sem custo adicional por parte da organização.

A maior descoberta, por outro lado, foi o fato de que trabalhadores WFA com proximidade entre si têm maior produtividade.

“Trabalhadores WFA apinhados geograficamente com funções similares podem aprender uns com os outros de uma maneira informal”, explicam os pesquisadores.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Recomendações

Com tantos resultados positivos apresentados pela pesquisa, Scott Mautz, em um artigo publicado no Inc., separou algumas recomendações para garantir que o WFA funcione para todo mundo. Veja abaixo:

Trabalho remoto deve vir com a verdadeira autonomia

Mautz descobriu, em entrevistas realizadas com funcionários WFA de uma companhia, que o único ponto negativo de fazer trabalho remoto é a “marcação” do chefe.

Administrar os funcionários de longe, checando constantemente se estão realmente trabalhando, é um comportamento venenoso. A confiança, segundo Mautz, é a essência de qualquer iniciativa WFA.

Utilize uma combinação de ferramentas tecnológicas

Além de garantir fácil acesso à internet na localização remota, o autor do artigo aconselha usar uma única combinação de ferramentas tecnológicas para ajudar a solucionar o maior medo dos funcionários WFA: a sensação de desconexão.

Alimente espaços WFA

Se você conseguir identificar onde os funcionários WFA estão vivendo, faça um pequeno investimento para pagar um almoço ou um espaço onde o grupo possa se encontrar. Essa prática encoraja a conexão peer-to-peer.

Mantenha os novatos no ambiente de trabalho por enquanto

Mautz aconselha dar um tempo para poder moldar novos funcionários antes de deixá-los vivenciarem a experiência do trabalho remoto.

Deixe que o tipo de trabalho te informe sobre a viabilidade do WFA

De acordo com Mautz, nem todo trabalho consegue agregar o modelo WFA.

“Faz mais sentido para um ambiente vivenciado com um modelo de trabalho independente. Uma boa dose de julgamento é o seu melhor guia”, afirma Mautz.

Leia mais sobre: Carreiras, Emprego, Empresas

Última atualização por Vitória Fernandes - 23/08/2019 - 16:47