Twitter descentralizado?

11/12/2019 - 13:47
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Twitter é a principal rede social que pensa no futuro e na necessidade da descentralização (Imagem: Money Times)

Eu quero acreditar, Jack!

Jack Dorsey, CEO e fundador do Twitter e da Square, está bem na interseção da comunidade cripto e da massa dos mercados varejistas.

O “CryptoTwitter” assumiu as rédeas do Reddit e do BitcoinTalk, já que é a plataforma de comunicação mais dominante da indústria (pelo menos no Ocidente).

Ao mesmo tempo, Jack apoiou Lightning Labs e lançou uma divisão de cripto da Square que agora está financiando o núcleo de desenvolvimento de bitcoin (dentre outras coisas).

Agora, o Cash App da Square é uma das principais on-ramps (faz a negociação entre fiduciárias e criptomoedas) varejistas dos EUA, totalizando US$ 150 milhões da aquisição de bitcoins no terceiro trimestre, ou 8,6% do total (crescentes) de bitcoins minerados durante essa época.

Se alguém está disposto a levar o bitcoin para mercados emergentes fora de uma cotação vazia, talvez seja o enigmático Dorsey: “O continente africano vai definir o futuro (especialmente o do bitcoin!). Ainda não sei quando, mas eu quero viver aqui de três a seis meses no ano que vem”.

Jack Dorsey, CEO do Twitter, durante sua viagem ao continente africano. Na foto, ele havia visitado a Lebawi Academy e respondido a várias perguntas dos alunos (Imagem: Twitter/Jack Dorsey)

Mas mesmo pelos padrões de Dorsey, houve um grande anúncio hoje, 11:

Twitter está financiando uma pequena equipe independente de até cinco arquitetos, engenheiros e designers de código aberto para desenvolver um padrão aberto e descentralizado para as redes sociais. O objetivo é que o Twitter seja, basicamente, um cliente desse padrão.

Twitter estava tão disposto a isso que, no início, muitos viram seu potencial de ser um padrão de internet descentralizado, como o SMPT (protocolo de e-mail). Por inúmeros motivos, todos bem razoáveis na época, tomamos um caminho diferente e, de forma crescente, centralizamos o Twitter. Mas muito mudou com o passar dos anos…

Primeiro, estamos enfrentando novos desafios que as soluções centralizadas estão se esforçando para resolver. Por exemplo, não é provável que a execução centralizada de políticas globais para solucionar abuso e informações inverídicas escale a longo prazo sem ser um fardo para as pessoas.

Segundo, o valor da rede social está se afastando da hospedagem e remoção de conteúdo e em direção a algoritmos de recomendação que direcionam a atenção. Infelizmente, esses algoritmos são proprietários, e não se pode escolher ou construir alternativas. Ainda.

O criador do Twitter afirma que um padrão de descentralização tratá mais inovação e transparência às redes sociais (Imagem: Pixabay)

Terceiro, novas tecnologias emergiram para tornar mais viável uma abordagem descentralizadas. O blockchain aponta para uma série de soluções descentralizadas para hospedagem, governança e até monetização aberta e durável. Há muito o que se fazer, mas os aspectos fundamentais estão aí.

Alguns desses problemas foram destacados por @stephen_wolfram em uma publicação após sua audiência no Senado intitulada “Otimizar para Engajar: entendendo o uso de tecnologia persuasiva nas plataformas de internet”.

Recentemente, nós lemos o artigo de @mmasnick: “Protocolos, não plataformas”, que destacou inúmeros desafios e soluções. Mas o mais importante foi nos lembrar de um futuro caminho confiável: contratar pessoas para desenvolver um padrão transparente.

Square está fazendo exatamente isso para o bitcoin com @SqCrypto. Para as redes sociais, gostaríamos que essa equipe ou encontrasse um padrão descentralizado já existente que eles podem melhorar ou, caso isso não seja possível, criar um do zero. Essa é a única direção que nós, no Twitter, Inc., vamos fornecer.

Aparentemente, o Twitter vai ser o principal precursor da tecnologia de código aberto nas redes sociais (Imagem: Money Times)

Por que isso é bom para o Twitter? Isso vai nos permitir acesso e contribuição para um ‘corpus’ bem maior de discussão pública, foco de empenho em construir algoritmos abertos de recomendação, que promovem a discussão saudável, e vai nos forçar a sermos bem mais inovativos do que no passado.

Existem MUITOS desafios para fazer isso funcionar e que o Twitter sentiu que precisava se tornar um cliente desse padrão. É por isso que o trabalho deve ser transparente, aberto, e não próprio de qualquer empresa privada, promovendo os princípios abertos e descentralizados da internet.

Poderíamos esperar que essa equipe não desenvolvesse apenas um padrão descentralizado para as redes sociais, mas também uma comunidade aberta em torno dele, inclusive com empresas e organizações, pesquisadores, líderes da sociedade civil, e todos que pensam profundamente sobre as consequências, tanto positivas como negativas.

Isso não vai acontecer do dia para a noite. Vai demorar muitos anos para desenvolver um padrão descentralizado sólido, escalável e utilizável para as redes sociais que pavimentam o caminho a fim de solucionar os desafios listados acima. Nosso comprometimento é financiar esse trabalho para esse fim e além.

Estamos chamando essa equipe de @bluesky. Nosso CTO @ParagA vai cuidar de tudo para encontrar uma liderança, que então irá contratar e comandar o restante da equipe. Por favor, sigam ou mandem uma DM para a @bluesky se você tem interesse em saber mais ou em participar!

Eu acredito que isso vai gerar frutos, que os motivos de Dorsey são bons, e que isso não é um truque publicitário. Seria incrível para o futuro da liberdade de expressão e das informações resistentes à censura ver um protocolo de Twitter descentralizado com vários clientes e interfaces criadas sobre esse padrão.

Vida longa à BlueSky!

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Matéria Original: "Decentralized Twitter"

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 02/01/2020 - 16:20

Cotações Crypto
Pela Web