Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Um em cada cinco brasileiros entrou no cheque especial em agosto, aponta Guiabolso

08/10/2019 - 16:58
Tanto a incidência quanto o valor médio recuaram na comparação com o mês anterior, mas ficaram acima do registrado em janeiro

Números levantados pelo aplicativo Guiabolso, que possui 245 mil usuários em todo país, revelaram que mais de 20% das pessoas recorreram ao cheque especial em agosto como tentativa de equilibrar as contas, um em cada cinco brasileiros. O juro para quem escolheu essa opção foi de, em média, R$ 107.

Tanto a incidência quanto o valor médio recuaram na comparação com o mês anterior, mas ficaram acima do registrado em janeiro.

Média histórica

Desde agosto de 2018, a média de usuários que utiliza cheque especial oscila, mas permanece na proporção de um em cada cinco.

Já o valor pago, chegou a ficar abaixo de 3 dígitos em janeiro (R$ 97,70). Mas desde então decolou até incríveis R$ 121 em abril. De lá pra cá, vem recuando gradativamente.

Fonte: Guiabolso

“O juro do cheque especial é um dos mais caros que existem e está em quase 13% ao mês. A recomendação imediata é trocar o quanto antes essa dívida por uma mais barata, como um empréstimo pessoal”, orienta o diretor de Produto e Tecnologia do Guiabolso, Julio Duram.

“É aceitável usar o cheque especial por alguns dias por causa de uma emergência ou um pequeno ajuste no orçamento. Agora, se a situação se repete todo mês, o problema é mais grave e pode exigir ajustes e uma visão mais detalhada e frequente do orçamento, de quanto e de como se gasta”, aconselha Duram.

O valor médio de juros pago por quem ficou no rotativo foi de, em média, R$ 87,31. O valor aumentou praticamente R$ 16 desde o começo do ano (Arquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Cartão de crédito

Outra dor de cabeça enfrentada por pouco mais de 5% das pessoas responde pelo cartão de crédito. “Jogar parte dessa dívida pro mês seguinte pode ser o início de uma bola de neve capaz de acabar com o orçamento de qualquer um”, compara o diretor do Guiabolso.

O valor médio de juros pago por quem ficou no rotativo foi de, em média, R$ 87,31. O valor aumentou praticamente R$ 16 desde o começo do ano (variação de 22%).

Assim como no cheque especial, os juros do cartão de crédito subiram gradativamente até junho. Nos últimos meses, o valor começou a recuar, assim como o total de pessoas que utilizam esse recurso.

Fonte: Guiabolso

Open banking

Julio Duram aposta em um movimento já iniciado em outros países e com discussões iniciais lideradas aqui no Brasil pelo Banco Central como um aliado para baixar a média de juros do cheque especial e do cartão de crédito.

“Acredito que o open banking possa contribuir com juros menores e personalizados. Partindo do ponto que o cliente é dono da própria informação bancária e poderia autorizar outras instituições a usá-las, seria possível afastar o risco de não pagamento que costuma ser incluído nas tarifas e aumentar a concorrência entre os que ofertam. E aí sim o consumidor poderia sair ganhando”, propõe Duram.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Renan Dantas - 08/10/2019 - 17:06