Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Um guia para simplificar a sua vida financeira com 9 fintechs

06/11/2017 - 17:11

Por Paulo Deitos Filho, CEO e cofundador do Urbe.me

R$ 864 por ano. Era isso que eu pagava por ano até ontem para o Itaú para manter uma conta!

Há uns 3 meses atrás eu fui tentar consultar o meu rendimento de uma aplicação no Itaú e não consegui achar essa informação. Ali eu decidi deixar de ser trouxa e parar de pagar R$ 864 todo ano para manter um serviço que não é transparente. Isso sem contar no valor do câmbio em compras internacionais pela internet (segundo a gerente, a diferença de quase 10% do valor do câmbio é por “custos operacionais”).

Foi aí que eu comecei a jornada de colocar 100% da minha vida financeira com fintechs. Sem contar que não precisa ir na agência, esperar para ser atendido, o SAC funciona de verdade (e pode ser por e-mail ou mensagem!).

Aqui vai um guia para quem quer seguir esse caminho e não sabe como (as empresas que vou listar aqui são as que eu escolhi, isso não quer dizer que não tenha outras que possam ser tão boas quanto):

– Conta Corrente: Banco Neon
– Cartão de Crédito: meu preferido é o Trigg Brasil (que te devolve 1% do que tu gasta) mas também uso o Nubank.
– Investimentos: URBE.ME e Warren Brasil (tá em dúvida em qual escolher, pode procurar no Yubb o que tem mais a ver com o teu perfil).
– Criptomoedas: FOXBIT – Tudo sobre Bitcoin
– Cambio: Meu Câmbio.
– Planejamento Financeiro: Planejei.

Estes são apenas alguns dos serviços mais utilizados no nosso dia-a-dia ou para viagens, mas existe uma fintech para praticamente qualquer necessidade.

E você já pensou o que vai fazer com esse dinheiro que está economizando utilizando serviços mais evoluídos?

Leia mais sobre: Finanças Pessoais, Fintech, Opinião

Última atualização por Gustavo Kahil - 07/11/2017 - 1:38