Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Vale: geração de caixa impressiona analistas, que reforçam compra da ação

29/10/2020 - 12:52
A Vale apresentou um Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado de US$ 6,1 bilhões no período, o que impactou positivamente o fluxo de caixa livre das operações (Imagem: Agência Vale)

Os resultados do terceiro trimestre de 2020 da Vale (VALE3) foram bem recebidos pelos analistas. A mineradora teve crescimento anual de 76% no lucro líquido do período, que chegou a US$ 2,9 bilhões.

O Safra destacou que o desempenho positivo pode ser explicado tanto pela recuperação dos volumes (entre julho e setembro, foram produzidos 88,7 milhões de toneladas de minério de ferro) quanto pela alta dos preços.

O preço realizado de finos de minério de ferro totalizou US$ 112,1/tonelada. No terceiro trimestre de 2019, o valor estava em US$ 89,2/tonelada.

Além disso, a Vale apresentou um Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado de US$ 6,1 bilhões no período, o que impactou positivamente o fluxo de caixa livre das operações, cujo montante atingiu US$ 3,7 bilhões.

“O ambiente favorável do preço do minério de ferro deve continuar beneficiando a geração de fluxo de caixa da Vale, enquanto a expansão de projetos ajudará a minimizar o impacto antecipado e repetidamente postergado da queda dos preços, quando finalmente se materializarem”, afirmaram Conrado Vegner e Victor Chen, analistas do Safra.

O Safra reiterou a recomendação de outperform (desempenho esperado acima da média do mercado) para a ação, com preço-alvo ao fim de 2020 de R$ 74,40.

Cedo demais para comemorar

Os resultados da Vale conseguiram superar as expectativas da Mirae Asset, que permanece otimista com a empresa por conta da política de dividendos.

No entanto, as incertezas envolvendo uma segunda onda do coronavírus e a piora do cenário econômico global podem estragar a comemoração dos investidores com o balanço.

“A volta da pandemia do covid-19 pode ainda contaminar o mercado acionário global”, destacou a gestora de ativos. Sua recomendação de compra e o preço-alvo de R$ 83,68 para a Vale foram mantidos.

A Ágora reafirmou a indicação de compra, com preço-alvo de R$ 90. O Inter Research, apesar de considerar alguns contratempos, também reforçou a compra do papel, com preço-alvo de R$ 91 para a ação brasileira e de US$ 17 para a ADR (American Depositary Receipt) VALE.

Vale
A Vale disse que espera manter taxas robustas de produção de minério de ferro no quarto trimestre, embora reconheça a existência de alguns riscos (Imagem: Vale/Instagram)

Quarto trimestre

Durante a teleconferência realizada nesta quinta-feira (29), a Vale disse que espera manter taxas robustas de produção de minério de ferro no quarto trimestre, embora reconheça a existência de alguns riscos. Um deles é o atraso na Serra Leste, no Sistema Norte.

Marcello Spinelli, diretor-executivo de Ferrosos da Vale, participou da reunião. Ele destacou que a companhia está produzindo em torno de 1 milhão de toneladas de minério de ferro por dia, montante suficiente para que atingir a meta mínima de produção para o ano, de 310 milhões de toneladas.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 29/10/2020 - 12:52