Valoração da credora cripto BlockFi chega a US$ 3 bilhões após novo aporte

11/03/2021 - 12:26
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
O capital recém-arrecadado ajudará a BlockFi no lançamento de seu cartão de crédito de bitcoin, bem como na expansão internacional e na realização de aquisições estratégicas (Imagem: BlockFi)

Após muita expectativa, a startup de empréstimos cripto BlockFi confirmou a conclusão de uma bombástica rodada de financiamento “series D” (para arrecadar capital antes de sua oferta inicial pública, ou IPO), avaliando a empresa em US$ 3 bilhões.

Em um comunicado de imprensa, BlockFi afirmou ter arrecadado US$ 350 milhões de diversos investidores, incluindo Tiger Global e Bain Capital Ventures.

A empresa — cujo negócio varia entre serviços de empréstimos, negociação e gestão de ativos — agora conta com uma ampla gama de investidores, tanto tradicionais como de cripto, como seus apoiadores, incluindo Valar Ventures, que liderou sua rodada “series B” (para a expansão de seu alcance de mercado) em 2020.

Até hoje, a empresa arrecadou um total de US$ 450 milhões de investidores, incluindo Anthony Pompliano, Jump Capital, Castle Island Ventures e CMS Holdings.  

A mais recente arrecadação de capital vem após um período de rápido crescimento para a empresa.

A empresa impulsionou seu negócio para cobrir uma base de clientes de varejo e institucionais de mais de 225 mil. É responsável por mais de US$ 15 bilhões de ativos e registra receitas mensais de US$ 50 bilhões.

Ainda assim, esse crescimento teve seus desafios, como as várias críticas em como a BlockFi ganha dinheiro.

Mais especificamente, seus críticos querem saber sobre as ramificações da negociação do produto Bitcoin Trust (GBTC) da Grayscale a um desconto para a empresa.

BlockFi lucra com a famosa negociação de prêmio do GBTC, na qual investidores podem aplicar bitcoins ao GBTC e obter o “spread” entre o preço das ações do fundo e o valor líquido do ativo (NAV) implícito dos bitcoins armazenados pelo fundo.

Você conhece os fundos
de investimento cripto da Grayscale?

“Em menos de seis meses desde que completamos nossa ‘series C’ [para ajudar no desenvolvimento de novos produtos], o bitcoin e outros criptoativos assumiram o papel central em muitos portfólios de clientes e nos ambos mercados financeiros”, disse Zac Prince, cofundador e CEO da BlockFi.

“Nossa certeza de que criptoativos são o futuro das finanças foi justificada por nossa base de clientes, que teve um crescimento anual de dez vezes em 2020 e mais do que duplicou desde o fim do ano passado.”

BlockFi esteve desenvolvendo sua equipe para apoiar sua entrada no setor de gestão de ativos.

A empresa deseja contratar um líder de produtos de fundos para comandar seu BlockFi Bitcoin Trust, apresentado em fevereiro deste ano. Também quer contratar um líder para o cargo de gestor de ativos.

Pensando no futuro, a BlockFi afirmou que a injeção de capital irá ajudá-la no lançamento de seu cartão de crédito de bitcoin. O dinheiro também ajudará na expansão internacional e na realização de aquisições estratégicas da BlockFi.

A empresa também quer ampliar sua quantidade de funcionários de 500 para 1.000 até o fim de 2021.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 11/03/2021 - 12:26

Pela Web