Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Vendas de diesel e etanol seguem em alta e puxam comércio de combustíveis em 2019

01/10/2019 - 14:33
Combustível
Considerando apenas agosto, o avanço na comercialização do etanol foi mais tímido, de 2,48% (Imagem: REUTERS/Ricardo Moraes)

As vendas de diesel no Brasil continuam a avançar em 2019, atingindo 37,9 bilhões de litros no acumulado do ano até o final de agosto, uma alta de 3,4% na comparação anual, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O forte desempenho do diesel ajuda a puxar o crescimento de 3,1% na comercialização total de combustíveis no Brasil em 2019, com pouco mais de 92 bilhões de litros vendidos nos oito primeiros meses do ano, informou a ANP.

Apenas em agosto, as vendas de diesel, o combustível mais consumido do país, somaram 5,28 bilhões de litros, avanço de 1,6% em relação a igual período de 2018.

O aumento nas vendas de diesel, combustível que foi impactado pela greve dos caminhoneiros em 2018, ajuda a compensar em 2019 a queda registrada na comercialização da gasolina, que acumula baixa de 3,7% no ano, com pouco menos de 25 bilhões de litros vendidos.

Etanol

Também contribuindo com o avanço nas vendas totais de combustíveis e compensando o recuo da rival gasolina, o etanol hidratado é quem possui a maior elevação percentual de consumo no período, com 14,5 bilhões de litros vendidos em 2019, alta de 25,8% na comparação anual, segundo a ANP.

A forte demanda pelo produto, mais competitivo que a gasolina em várias regiões, leva as usinas de cana a favorecerem o biocombustível no chamado “mix” de produção, que tem privilegiado o etanol em detrimento do açúcar.

“Esse crescimento reflete positivamente na participação do biocombustível na matriz de combustíveis do ciclo Otto, que atinge 48,1%”, disse em comunicado a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica). O ciclo Otto é constituído pela frota de veículos de passeio e carga leve.

Considerando apenas agosto, o avanço na comercialização do etanol foi mais tímido, de 2,48%, para 1,86 bilhão de litros. A tendência de enfraquecimento pode permanecer em setembro, com uma retração de 7,9% verificada nas vendas pelas usinas na primeira quinzena do mês, de acordo com dados preliminares da Unica.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 01/10/2019 - 14:41