Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Wall Street crava máxima recorde com salto de Netflix e posse de Biden

20/01/2021 - 18:18
EUA Mercados Wall Street
O sólido balanço da Netflix ditou um rali nas ações da empresa (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

Os mercados acionários dos Estados Unidos encerraram em máximas recordes nesta quarta-feira, com Joe Biden empossado como 46º presidente dos EUA, enquanto o sólido balanço da Netflix (NFLX) ditou um rali nas ações da empresa, que se beneficiam de recomendações de ficar em casa devido à pandemia.

Os papéis da Netflix, maior provedor mundial de serviço de streaming, dispararam, depois que a empresa anunciou que não vai mais precisar tomar empréstimos de bilhões de dólares para financiar seus programas de TV e filmes.

As ações das demais empresas que compõem o “FAANG” Facebook, Amazon, Apple e Alphabet, além da própria Netflix subiram, com expectativas para a divulgação de seus resultados trimestrais nas próximas semanas.

“É um dia de desempenho superior do setor de tecnologia, o que tem sido muito raro nos últimos dois ou três meses, já que a rotação para as ações cíclicas meio que começou”, disse Ross Mayfield, analista de estratégia de investimentos da Baird, em Milwaukee, Wisconsin.

Biden perderá pouco tempo virando a página do governo Trump, disseram assessores, assinando uma série de 15 decretos sobre questões que vão desde a pandemia da Covid-19 até economia e mudanças climáticas.

O Dow Jones (DJI) encerrou em alta de 0,83%, aos 31.188,38 pontos, o S&P 500 (SPX) teve valorização de 1,39%, aos 3.851,85 pontos, e o Nasdaq (US100) avançou 1,97%, aos 13.457,25 pontos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 20/01/2021 - 19:34