Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ação da Méliuz passou do preço-alvo, e agora?

22/07/2021 - 10:16
Méliuz apresenta uma das maiores alta na Bolsa brasileira desde o seu IPO (Imagem: Divulgação/Meliuz)

O desempenho da Méliuz (CASH3), que atua com foco em disponibilizar cupons de descontos para seus clientes ou retornos financeiros em forma de cashback, superou de longe o que era esperado pelos analistas da Genial Investimentos.

De acordo com relatório obtido pelo Money Times, quando foi lançado o  início de cobertura de Méliuz no dia 17 de junho, a corretora tinha como preço-alvo inicial R$ 55 por ação. Na época, o upside (potencial de valorização) calculado para a ação era de 25%.

“Para alegria dos nossos clientes e investidores de CASH3, a ação já valorizou 54% desde o lançamento da cobertura e ultrapassou nosso preço-alvo — fechando em R$ 65,15 no dia 20 de julho”, enfatizam os analistas Bruno Rosolini e Eduardo Nishio, que assinam a recomendação.

Agora a pergunta que não quer calar é: após bater todas as expectativas, o investidor deve vender, esperar ou comprar mais ações da Méliuz, que apresenta uma das maiores alta na Bolsa brasileira desde o seu IPO.

A Méliuz tem agido exatamente como mostra a dinâmica do setor. Começaram como uma empresa focada no cashback, um marketplace com as principais lojas oferecendo produtos, para também passar a oferecer serviços financeiros, segundo os analistas da Genial.

Méliuz CASH3
A Méliuz tem agido exatamente como mostra a dinâmica do setor (Imagem: LinkedIn/ Méliuz)

Entre algumas iniciativas já implementadas na plataforma, estão:

i) Cartão de crédito;

ii) Méliuz Nota Fiscal;

iii) Méliuz Empréstimos

“Sabemos que a expectativa do mercado em relação a Méliuz é alta e a nossa também é, mas entendemos que precisamos agir com racionalidade e não com emoção. Das empresas que cobrimos em tecnologia, Méliuz continua sendo nossa principal escolha”, pontua a dupla.

Antes de divulgar seu preço-alvo para a ação, a Genail prefere aguardar a safra de resultados da Méliuz no segundo trimestre, e, então, calibrar o modelo.

A Genial mantém a recomendação de compra para a Méliuz, mas agora com preço-alvo em revisão.

IPOs: veja as maiores valorizações e piores queda do último ano

De maio do ano passado para esse maio deste ano, 46 empresas abriram capital na Bolsa de Valores brasileira.

A equipe do Money Times fez um levantamento comparando os preços iniciais das ações e os preços atualmente – com dados da sexta-feira, 09/07 –, e separou as empresas cujas variações chamaram mais atenção.

E para aprofundar ainda mais a cobertura sobre o mercado de capitais, o Money Times elaborou a Central dos IPOs, seção em que os investidores ficam por dentro de tudo antes da própria estreia de uma companhia na B3.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 22/07/2021 - 10:16

Pela Web