Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ações do Santander estão atraentes demais para ignorar, dizem analistas

28/05/2020 - 10:15
Agência do Santander Brasil SANB11
Não dá para deixar passar: para o Safra, Santander é papel bom e barato (Imagem: Facebook/ Santander/ Divulgação)

O Banco Safra promoveu um grande corte no preço-alvo das units do Santander (SANB11) para este ano. A estimativa baixou de R$ 54 para R$ 39, puxada pela incorporação, no modelo de análise, do balanço do primeiro trimestre, pela piora do cenário macroeconômico e pela maior taxa de desconto.

Ainda assim, o valor representa um potencial de alta de 50% sobre a cotação tomada como referência pelo banco. Por isso, o Safra reiterou sua recomendação de outperform (desempenho esperado acima da média do mercado) para os papéis. Cada unit do Santander é composta por uma ação ordinária (SANB3) e uma ação preferencial (SANB4).

Múltiplos atraentes

Luis Azevedo e Silvio Dória, que assinam o relatório, afirmam que “apesar de todo o ruído, os múltiplos do Santander Brasil ainda são atraentes”.

E acrescentam: “acreditamos que o Santander ainda está num bom ponto de entrada, especialmente para os investidores que sempre tiveram o banco como um nome de qualidade, mas com valuation elevado”.

A dupla exemplifica seu argumento com dois dos múltiplos mais usados pelo mercado. Atualmente, o Santander é negociado por 9,3 vezes o Preço/Lucro estimado de 2020. Na média dos últimos cinco anos, essa relação é de 13,4 vezes. Já a relação Preço/Valor Patrimonial está em 1,4 vez, ante a média histórica de 1,6 vez.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Márcio Juliboni - 28/05/2020 - 10:25