Bitcoin (BTC) junta fôlego e se mantém acima de U$ 42 mil; altcoins seguem o fluxo

Leonardo Rubinstein Cavalcanti
22/03/2022 - 18:14
Criptomoedas Quantitatives io btc
Nesta terça-feira (22), o Bitcoin (BTC) recuperou um pouco seu fôlego e performou com uma variação positiva de 3,67% e está sendo cotado acima de U$ 42.000. (Imagem: Unsplash/Quantitatives.io)

Nesta terça-feira (22), o Bitcoin (BTC) recuperou um pouco seu fôlego e performou com uma variação positiva de 3,67% e está sendo cotado acima de U$ 42.000.

Mais um dia positivo para a principal criptomoeda do mercado, que segue gerando confiança nessa última semana de incerteza, obtendo até então uma variação positiva de 9,07% em sete dias.

O Ether (ETH), utility token da maior rede de contratos inteligentes do mundo, alcança uma marca importante para os analistas, de U$ 3 mil. O criptoativo está até então com uma variação diária positiva de 2,04% e semanal de 16,56%.

O restante das altcoins permanece em movimento de recuperação. Hoje, o mercado aparenta estar de olho em tokens relacionados à infraestrutura da web 3.0. Entre os cinco que melhor performaram, três deles pertencem ao segmento:

Em primeiro lugar, o token de “Internet das coisas”, IoTeX, salta 21,80% em 24 horas. Acompanhado dele, vem o EOS, token nativo da plataforma que busca facilitar a construção de aplicativos descentralizados.

Na sequência, Helium (HNT), foi o terceiro criptoativo a melhor performar em 24 horas, apresentando uma alta de 11,12%. 

Tokens não fungíveis (NFTs)

Segundo o CoinMarketCap, a coleção de tokens não fungíveis (NFTs) que ocupa o primeiro lugar na variação diária de volume negociado está na rede da Binance Smart Chain.

Trata-se do “WIN NFT HORSE”, que obteve um volume negociado de 6.382.052,88 BUSD, a stablecoin lastreada ao dólar da Binance. O aumento do volume da coleção no período foi de 364.818,11%.

A coleção conta com 10 mil itens à venda, e já obteve 186 vendas por um preço médio de 307.179.547,12 BUSD cada.

Em segundo lugar, está a famosa coleção dos macacos entediados, Bored Apes Yatch Club, que soma um volume de negociações no valor de 2.000 Ethers. Nas últimas 24 horas, 19 foram vendidos pelo preço médio de 105,73 Ethers cada.

Na terceira posição está a coleção Mutant Ape Yatch Club e na quarta, a coleção World of Women. Ambas vendidas na plataforma OpenSea da rede Ethereum.

Finanças descentralizadas (DeFi)

O valor total aplicado nas plataformas de finanças descentralizadas segue crescendo em diversos ecossistemas.

A Curve (CRV), corretora descentralizada (DeX), apresenta um TVL de U$ 20,44 bilhões, um crescimento de 2,26% nas últimas 24 horas.

De acordo com o site de análise Defillama, a MakerDao, subiu seu valor em 1,86% chegando ao marco de U$ 16,54 bilhões e assumiu o segundo lugar como protocolo DeFi com maior TVL.

Mesmo que tenha “caido”  para tercerceiro lugar, o protocolo Lido (LDO), que garante liquidez aos ativos em staking, teve um crescimento em seu TVL de 0,22%, e agora está no patamar de U$ 16,41 bilhões.

A Anchor (ANC), maior plataforma de empréstimos descentralizados da rede Terra, segue como a quarta maior de todos protocolos DeFi em TVL. Subindo em valor aplicado, sua variação diária é positiva em 0,33% e conta com U$ 14,28 bilhões travados no protocolo.

Por último, o principal protocolo de empréstimos descentralizado da Ethereum, Aave (AAVE), sobe hoje 1,90% em TVL, e conta com U$ 13,06 bilhões na plataforma.

Análise técnica do Bitcoin (BTC)

Tasso Lago, gestor de fundos privados em criptomoedas e fundador da Financial Move, diz que a dominância do bitcoin “segue aumentando forte”.

Segundo Lago, provavelmente veremos em breve mais uma onda de alta forte do BTC:

“Seguimos há 97 dias em lateralização praticamente na mesma zona. Lateralização de mercado são os períodos mais chatos/turbulentos de operar.

Mas, nesse período, tivemos alguns recuos para a faixa dos U$33000 que representaram oportunidades de compra para longo prazo.

Atualmente, continuo vendo o pior cenário como U$26000, que seria a EMA200 no gráfico semanal.

O Mercado está com o volume bem reduzido no momento, o que diminui nossa previsibilidade dos movimentos. No geral, temos como principal desafio a zona dos U$45000 – U$49000.

Se o Bitcoin conseguir romper e permanecer acima dos 50k estaremos mais próximos de uma nova onda altista apontando para os 100k usd (número psicológico, portanto, o mercado deve atingir a região).

A Dominância do Bitcoin tende a bater 47%. Está acima das médias no gráfico diário e bem altista.

A dominância aumentando implica em uma maior probabilidade de termos um movimento do Bitcoin.

E altcoins tendem a continuar sofrendo, lembrando que recomendo exposição máxima de alts em 20-30% em seu portfólio (20% seria ok).

Tenha caixa para um eventual pior cenário do bitcoin também (26k usd).

Nada impede uma nova queda até lá, embora os fundamentos estejam fortes”, diz o analista.

Última atualização por Leonardo Rubinstein Cavalcanti - 22/03/2022 - 18:14

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto