Bitcoin Suisse planeja levantar mais de US$ 280 milhões para expandir seus serviços

08/05/2020 - 11:07
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Bitcoin Suisse tem grandes planos de se tornar um banco suíço, e o novo capital pode ajudar bastante na sua expansão (Imagem: Crypto Times)

Bitcoin Suisse, empresa suíça de serviços financeiros em criptoativos, está realizando uma rodada de financiamento “series A” para arrecadar 275 milhões francos-suíços (cerca de US$ 283 milhões) para realizar seus planos de expansão.

De acordo com um anúncio nesta sexta-feira, a empresa busca levantar pelo menos 46 milhões de francos-suíços (cerca de US$ 47,5 milhões) para impulsionar seu capital total para 100 milhões de francos-suíços (aproximadamente US$ 103 milhões).

Cerca de 20 milhões de francos-suíços (US$ 20,6 milhões) já foram arrecadados por “amigos e família”, com ajuda do bancário suíço Roger Studer e do Studer Family Office. Studer era chefe de investimentos bancários na Vontobel e, agora é presidente do comitê de diretores do escritório familiar.

Studer acredita que a Bitcoin Suisse “deve crescer rapidamente” dado seu “modelo empresarial comprovado e sólido”. Atualmente, a empresa fornece corretagem institucional, custódia, empréstimo, staking e serviços de tokenização para clientes institucionais e corporativos.

Bitcoin Suisse também está no aguardo de uma licença para se tornar um banco suíço desde outubro de 2019.

“Conforme a Bitcoin Suisse se transforma em um banco suíço, o capital da empresa acima dos 100 milhões de francos-suíços fornecerá um forte e rentável balanço”, afirmou o CEO Arthur Vayloyan.

“A rodada de financiamento ‘series A’ abre as portas para uma acelerar e desenvolver bastante o volume comercial da Bitcoin Suisse, além de sua rentabilidade.”

A empresa está oferecendo até 20% de participação a nível do grupo, na BTCS Holding Ag, empresa que detém e controla todas as subsidiárias da Bitcoin Suisse.

As inscrições começarão no dia 11 de maio e terminarão em meados de junho de 2020. A inscrição mínima por investidor é de 250 mil francos-suíços (US$ 257 mil).

A Bitcoin Suisse deseja que até 2025 sua avaliação ultrapasse US$ 1 bilhão, tornando a empresa em um “unicórnio” (Imagem: Freepik/macrovector)

“Unicórnio até 2025”

Fundada em 2013, a Bitcoin Suisse deseja se tornar um unicórnio (ter avaliação de US$ 1 bilhão) até 2025. A empresa planeja converter suas operações em Liechtenstein em um banco completamente operacional.

Em 2021, a Bitcoin Suisse também planeja realizar uma oferta de security tokens (STO) e, entre 2022 e 2023, uma oferta pública inicial (IPO).

A receita média mensal da empresa no primeiro trimestre de 2020 foi de 1,8 milhão de francos-suíços (US$ 1,85 milhões) em comparação à receita média mensal em 2019 de 1,7 milhão de francos-suíços (US$ 1,75 milhões).

Atualmente, existem mais de 140 pessoas trabalhando para a Bitcoin Suisse em escritórios na Suíça, na Dinamarca e em Liechtenstein.

Dados principais da Bitcoin Suisse

Ainda não se sabe quanto a Bitcoin Suisse conseguirá arrecadar em sua rodada “series A”.

Apesar da pandemia do coronavírus, investidores parecem estar aplicando dinheiro em empresas suíças de cripto. No mês passado, a gestora de criptoativos Crypto Finance AG levantou US$ 14,5 milhões em uma rodada de financiamento “series B” (para a expansão de seu alcance de mercado).

Recentemente, a startup de infraestrutura cripto Taurus Group arrecadou US$ 11 milhões em uma rodada “series A” liderada pelo Arab Bank Switzerland.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 08/05/2020 - 11:07

Cotações Crypto
Pela Web