Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Câmbio flutuante e commodities pressionam ações da Cosan

04/12/2020 - 8:20
Raízen Energia
A Raízen, joint venture da Cosan e da Shell, é um dos atributos positivos para sua controladora, dados os preços do açúcar e do petróleo (Imagem: Site da Raízen)

As ações da Cosan (CSAN3) podem permanecer em um patamar de estagnação diante do hiato operacional de algumas de suas controladas e a indefinição da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Compass, segundo a avaliação da Ativa.

“Sobre as empresas do grupo Cosan, gostamos especialmente do momento da Raizen Energia e da Moove, favorecidas pela ciclo positivo do açúcar e pela retomadado ciclo de pessoas, respectivamente”, destaca o analista Ilan Arbetman sobre o que pesa à favor da Cosan.

Preços atrativos em açúcar e melhora do preço internacional do petróleo, favorecendo a penetração do etanol, podem ajudar a Raízen, joint-venture com a Shell, a monetizar sua operação.

Já a Compass, que atua no setor de gás, aguarda definição de seu futuro, com perspectivas promissoras, mas ainda à reboque de seu possível IPO.

Na Moove, a melhora na assertividade do posicionamento em produção, vendas e distribuição na cadeia de valor de lubrificantes é o principal trunfo para majoração de receitas, segundo analista.

O que pode tirar o sono da Cosan?

O câmbio é uma variável importante na matriz de riscos da empresa (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

A ciclicidade da operação de distribuição de combustíveis é um dos principais fatores de risco para a empresa.

“No caso de Cosan, a exposição a Argentina é mais um fator a ser considerado. A expansão à cadeia de refino pode aumentar a alavancagem da companhia”, adverte o analista da Ativa.

O câmbio é uma variável importante na matriz de riscos da empresa, sendo a desvalorização do real risco relevante a ser considerado. A empresa também é amplamente dependente de preços de commodities negociados em mercados futuros, cujo risco está na queda dos preços.

Vale lembrar que a Cosan está no páreo pela aquisição de uma das refinarias da Petrobras (PETR3; PETR4) que está à venda.

Ticker Recomendação Preço-alvo (R$) Valorização (%)
CSAN3 Neutra 79,85 5

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 04/12/2020 - 8:25