Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Cardano atinge marco histórico no desenvolvimento de seu blockchain

11/05/2020 - 15:18
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Charles Hoskinson confirmou que ele deixaria seu cargo atual de executivo “para se tornar um monge e viajar o mundo” se o blockchain Cardano não for completamente atualizado para a rede Shelley este ano (Imagem: Twitter/Cardano)

Atualmente, Cardano (ADA) é o 13º maior ativo na tabela de capitalização da Brave New Coin. Outros tokens de plataformas blockchain no top 10 incluem ether (ETH), EOS (EOS), binance coin (BNB) e tezos (XTZ).

O desenvolvimento do blockchain Cardano começou em 2015. Houve uma pré-venda do token de US$ 62 milhões na Ásia.

A venda foi realizada entre setembro de 2015 a janeiro de 2017, e o financiamento veio principalmente do Japão. Um total de 26 bilhões de tokens foram vendidos a um preço de US$ 0,0024 cada.

A negociação pública dos tokens começou no dia 1º de outubro de 2017. Existe um teto máximo de 41 bilhões de tokens ADA, em que 13,88 bilhões serão emitidos por meio de recompensas por staking.

A equipe de desenvolvimento da Cardano inclui três membros contribuintes, que detêm 5,18 bilhões de ADA entre eles: a Cardano Foundation, que almeja padronizar, proteger e promover ADA; Emurgo, que almeja desenvolver, fornecer suporte e incubar empreendimentos comerciais; e a Input-OutPut Hong Kong (IOHK), fundada em 2015 por Charles Hoskinson e Jeremy Wood.

IOHK é a equipe que desenvolve a rede Shelley da Cardano (Imagem: Twitter/Input-Output Hong Kong)

IOHK é a equipe principal de desenvolvedores por trás das atualizações contínuas da rede Shelley. A empresa técnica de engenharia trabalha com instituições acadêmicas, entidades governamentais e corporações. IOHK possui uma filosofia descentralizada e uma equipe espalhada por todo o mundo.

Recentemente, IOHK criou uma solução de blockchain para a Universidade de Tbilisi na Geórgia para provar qualificações acadêmicas.

Em agosto de 2019, a empresa criou a solução de blockchain “Atala”, em colaboração com o governo da Etiópia a fim de fornecer serviços financeiros para cidadãos do continente africano.

IOHK também trabalha no desenvolvimento da Ethereum Classic (ETC) e foca na pesquisa e no desenvolvimento de criptografia e de sistemas distribuídos.

Recentemente, Hoskinson, criador do Cardano, afirmou que a equipe de desenvolvimento está no caminho de criar uma transição completa para a rede principal Shelley hoje, no dia 11 de maio.

A próxima atualização com foco em descentralização da Cardano, Shelley, em homenagem à autora do clássico da Literatura Clássica Frankenstein, Mary Shelley, que era amiga de Lord Byron, cujo nome foi dado à atualização anterior.

A fase Shelley é descrita como a “área de crescimento e desenvolvimento para a rede”. O futuro lançamento da rede principal marca o início da fase “Amigos e Família”.

Essa nova fase do desenvolvimento da Cardano irá focar na migração de uma rede federada para uma rede descentralizada, em que os nós são distribuídos entre membros da comunidade.

Cardano planejou fases, de 2017 a 2020, com famosas figuras históricas para “ilustrar” seu progresso (Imagem: Cardano)

Com a conclusão da era Shelley, Cardano se tornará parecido com um blockchain proof-of-stake completamente descentralizado.

Diversas características-chave acompanharão o blockchain completo Shelley, incluindo uma carteira de criptoativos chamada Daedalus, uma plataforma de aplicativos e um novo explorador de blockchain para a Cardano.

Hoskinson acrescentou que o progresso do código aberto pode ser acompanhado na plataforma de desenvolvimento GitHub. A maioria dos projetos de token usa essa plataforma onde arquivos são salvos em pastas chamadas “repositórios” ou “repos”.

Alterações nesses arquivos são registrados como “contribuições” (“commits”), que salvam um registro de quais alterações foram realizadas, além de quando e por quem foram alteradas.

A conta da IOHK no GitHub possui 227 “repos”, em que mais de 15 estiveram bem ativos nos últimos 90 dias. Desde junho de 2019, houve crescimento estável na atividade de contribuições no repo principal “cardano-node”.

(Imagem: GitHub)

O contribuidor mais ativo no repo é o engenheiro de software da IOHK Jordan Millar (“Jimb4350”). Millar está em Trindade e Tobato e é formado em Química pela Universidade de Oxford.

A página de suporte da comunidade IOHK descreve as atualizações mais recentes no código:

– Cardano Node 1.11.0 – acrescenta melhorias para o uso de nós da rede. Também acrescenta suporte completo para Windows e alguns recursos pré-lançamento para teste;

– Cardano DB Sync 1.5.0 – melhora a forma como nós são sincronizados com os dados do blockchain Cardano;

– Cardano Wallet 2020.4.28 e Cardano Wallet 2020.5.6 – novas programações de aplicações para HTTP e interfaces de linhas de comando para o envio e o recebimento de pagamentos na nova plataforma Cardano;

– Cardano Coin Selection 1.0.0 – uma biblioteca que fornece uma implementação Heskell de algoritmos para a seleção de moedas e balanceamento de taxas.

Em novembro de 2018, Hoskinson anunciou que a IOHK sairia de Hong Kong e se incorporaria em Wyoming.

Em fevereiro de 2020, IOHK doou US$ 500 mil para a Universidade de Wyoming e instalou um novo laboratório de pesquisas da Cardano, que irá focar na escrita do código para a linguagem de contrato inteligente do ADA.

Dizem que o laboratório está criando uma ferramenta de hardware para a autenticação e medidas antifalsificação para pagamentos na Cardano.

Em setembro de 2019, Hoskinson anunciou uma parceria com a empresa de calçados New Balance para bloquear e identificar produtos falsificados.

Outras parcerias incluem Polymath, StudEx, ScanTrust, Finkda Advisors, Dust Identity, PriceWaterhouseCoopers, o Priviledge Project e o Berkman Klein Center da Universidade de Harvard.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 11/05/2020 - 15:18