China ministra ‘placebo’ ao Brasil no caso da vaca louca

23/11/2021 - 9:05
Ásia China Açougue Suínos Carnes Consumo
Carne brasileira na China só a que já estava certificada antes da vaca louca (Imagem: Unsplash/@natalieng)

A decisão chinesa de aceitar a carne bovina brasileira que estava à espera de embarque ou já chegando aos seus portos, até a notificação dos casos de vaca louca, parece placebo, tenta satisfazer o doente mas não o cura.

Era mercadoria já certificada até dia 4 de setembro, conforme notificação da autoridade alfandegária do país.

O volume não passava de 50 mil toneladas, segundo alguns agentes do mercado – ou 100 mil, diz a Agrifatto, em nota divulgada há pouco -, e é possível que toda ou parte dela foi desviada para outros destinos.

Carga nova, que é o que interessa para a cadeia da pecuária, Pequim ainda não deu nem sinal, passados 80 dias do embargo das importações.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 23/11/2021 - 10:00

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web