Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Citi: Volatilidade irá crescer, mas Previdência deve ser aprovada

Gustavo Kahil
06/04/2017 - 15:11

Estadão

A pesquisa publicada hoje no Estadão que mostra uma maioria de deputados contrários à aprovação da reforma da Previdência não deve significar que uma derrota é iminente, avalia o Citi em um relatório publicado nesta quinta-feira (6) e assinado por Julio R. Zamora.

Leia também: As 5 possíveis mudanças na nova Previdência

“Os números não são bons, mas não vemos eles como um sinal definitivo de que a reforma da previdência não passará”, diz. O placar mostra que mais de 60% dos 254 deputados que disseram ser contrários à proposta.

Segundo Zamora, o “não” de parte da base aliada pode ser explicado por uma estratégia para manter o poder de barganha dos congressistas. Isso, talvez, já parece começar a surtir efeito sobre as decisões do governo.

Em reunião nesta manhã com ministros, Temer fez uma pausa para dizer que autoriza o relator a fazer acordos necessários em assuntos como trabalhador rural, a questão dos deficientes e os benefícios de Prestação Continuada.

“Eu acabei de autorizar o relator a fazer acordos necessários nesses tópicos, desde que se mantenha a idade mínima, como em vários países”, disse. Além disso, o Estado não conseguiu contato com 77 deputados. Outros 54 não quiserem responder e 35 se declararam indecisos.

Ações

O Citi acredita que a disciplina partidária prevalecerá, os congressistas negociarão os principais termos da proposta e, em última instância, a apoiarão.

“Esperamos que a volatilidade se eleve enquanto o cenário em que a reforma da previdência é aprovada é questionado. Continuamos esperando que a reforma passará e permanecemos com recomendação overweight para consumo discricionário e materiais básicos no Brasil”, ressalta o banco.

Última atualização por - 05/11/2017 - 14:05

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto