CryptoTimes

Coinbase (COIN) alfineta Tether (USDT) em anúncio de conversão com zero taxas

09 dez 2022, 17:18 - atualizado em 09 dez 2022, 17:18
Coinbase USDC USDT
Paolo Ardoino, CTO da Tether (USDT) rebateu o marketing com algumas respostas à usuários feitas na própria publicação (Imagem: REUTERS/Dado Ruvic)

A Coinbase (COIN) anunciou um serviço que possibilita a conversão entre as stablecoins USDT e USDC sem taxas. No anúncio, a empresa alfineta a concorrente Tether (USDT). “Mude para uma stablecoin confiável: USD Coin (USDC). Agora converta Tether (USDT) para USDC sem taxas.”

“USDC é um dos dólares digitais mais confiáveis ​​e respeitáveis, totalmente respaldado por reservas de alta qualidade. Converta seu USDT para USDC, agora sem taxas”, diz o anúncio.  A Coinbase é a cofundadora da Circle, empresa emissora da stablecoin USDC.

Ainda no anúncio do serviço, a Coinbase afirma acreditar que USD Coin (USDC) é “uma stablecoin confiável e respeitável”, e por isso o serviço busca facilitar a troca.

“A partir de hoje, estamos isentando taxas para clientes de varejo globais converterem USDT em USDC”.

Paolo Ardoino, CTO da Tether (USDT) rebateu o marketing com algumas respostas à usuários feitas na própria publicação. 

Um dos usuários comenta: “Então,@coinbase  quer me fazer um favor aceitando todos os meus USDT e me dando USDC sem taxas? Mas se eu pensar mais 1 passo à frente, parece-me que@coinbase  quer pegar todo o meu USDT e me dar uma porcaria de USDC”.

Ardoino responde dizendo que ele está vivendo nos anos 3.000, em referência a estar com pensamento mais avançado.

Gabor Gurbacs, fundador de um game play-to-earn, compartilhou uma publicação de Ardoino, que mostra um print do aumento da negociação de USDT desde o anúncio da Coinbase:

“A estratégia de marketing da Coinbase está funcionando. As pessoas finalmente estão aprendendo que o Tether (USDT) está disponível na Coinbase. A maioria realmente não sabia”, diz. Ardoino republicou a publicação em seu perfil.

Repórter do Crypto Times
Jornalista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Repórter do Crypto Times, e autor do livro "2020: O Ano que Não Aconteceu". Escreve sobre criptoativos, tokenização, Web3 e blockchain, além de matérias na editoria de tecnologia, como inteligência artificial, Real Digital e temas semelhantes. Já cobriu eventos como Consensus, LabitConf, Criptorama e Satsconference.
Twitter Linkedin
Jornalista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Repórter do Crypto Times, e autor do livro "2020: O Ano que Não Aconteceu". Escreve sobre criptoativos, tokenização, Web3 e blockchain, além de matérias na editoria de tecnologia, como inteligência artificial, Real Digital e temas semelhantes. Já cobriu eventos como Consensus, LabitConf, Criptorama e Satsconference.
Twitter Linkedin