Coincheck será listada na Nasdaq por meio de fusão de mais de US$1 bi com empresa Spac

22/03/2022 - 10:23
coincheck
A Coincheck, que foi alvo de um roubo de 530 milhões de dólares em moedas digitais em 2018, foi adquirida pela corretora online japonesa Monex por cerca de 34 milhões de dólares naquele mesmo ano (Imagem: TheCCpress)

A corretora japonesa de criptomoedas Coincheck anunciou nesta terça-feira que fará um IPO em Nova York por meio de uma fusão com a empresa de aquisição de propósito específico (Spac) Thunder Bridge Capital Partners, em um acordo de 1,25 bilhão de dólares.

A Coincheck, que foi alvo de um roubo de 530 milhões de dólares em moedas digitais em 2018, foi adquirida pela corretora online japonesa Monex por cerca de 34 milhões de dólares naquele mesmo ano.

Na época, a Monex havia dito que lançaria uma oferta pública inicial de ações da Coincheck no futuro.

A Monex terá controle de 82% da companhia combinada após a fusão.

A Coincheck opera um marketplace para compra e venda de criptomoedas e uma área de negócios de ativos digitais como tokens não fungíveis (NFT).

A empresa tem cerca de 1,5 milhão de clientes.

O acordo com a Spac fornecerá à empresa combinada 237 milhões de dólares. Os acionistas existentes da Coincheck podem receber adicionalmente até 50 milhões de ações com base em eventos relacionados ao desempenho futuro do preço das ações.

A entidade combinada, Coincheck Group, será listada na Nasdaq sob o símbolo “CNCK”. A expectativa é que o negócio seja concluído no segundo semestre deste ano.

Última atualização por Rafael Borges - 22/03/2022 - 10:23

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto