Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos aprova primeiro ETF de futuros de bitcoin

Leonardo Rubinstein Cavalcanti
15/10/2021 - 19:00
A Comissão de Valores Mobiliários americana aprovou o primeiro fundo negociado em Bolsa dos Estados Unidos. A decisão entra em vigor na próxima segunda-feira (18), o último dia do prazo para a aprovação.(Imagem: Unsplash/michael_f)

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) aprovou nesta sexta-feira (15) o primeiro fundo negociado em bolsa, ETF, de futuros de bitcoin (BTC).

A expectativa para a aprovação era alta desde o começo do mês, o que fez a criptomoeda sair de U$ 42 mil e chegar a US$ 62 mil, perto de sua máxima histórica.

O primeiro pedido para a aprovação de um fundo negociado em bolsa de bitcoin foi feito em 2013. Desde então, houveram diversos pedidos recusados pela CVM americana.

Recentemente, Gary Gensler, presidente da SEC, manifestou seu interesse em revisar aplicações de ETFs de bitcoin atrelados a futuros sob a Lei de Investimento Empresarial de 1940.

Nesta sexta-feira (15), a Bolsa de Valores americana, Nasdaq, aceitou o pedido de registro da Valkyrie Bitcoin Futures ETF, criado pela gestora Valkyrie, e encaminhou para a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos.

Ainda na sexta-feira (15) a Comissão de Valores Mobiliários americana emitiu um prospecto emendado pós-efetivo que prepara a aprovação do primeiro fundo de Bitcoins futuros negociado em Bolsa dos Estados Unidos, criado pela gestora ProShares.

A decisão deve entrar em vigor na próxima segunda-feira (18), o último dia do prazo para a aprovação definitiva.

O lançamento do fundo é o ápice de uma campanha de quase uma década do setor de ETFs, com ativos de US$ 6,7 trilhões.

Defensores das moedas digitais buscam a aprovação como uma confirmação da aceitação das criptomoedas desde que Cameron e Tyler Winklevoss, os gêmeos mais conhecidos por sua participação na história do Facebook, fizeram o primeiro pedido de registro para um ETF de bitcoin em 2013.

A aprovação ficou anos fora do alcance de emissores que, em meio a uma série de falsos sinais de progresso e rejeições diretas, tentaram obter uma variedade de diferentes estruturas aprovadas para negociação.

Ao longo dos anos, houve planos para fundos que pretendiam investir em bitcoins por meio de um cofre digital ou que poderiam usar alavancagem para elevar os retornos. Outros buscaram mitigar a famosa volatilidade do bitcoin, uma preocupação-chave para a SEC.

A SEC já argumentou no passado que o mercado de criptomoedas oferece muitos riscos para investidores. A agência mostrou preocupação de que os preços possam ser manipulados e a liquidez insuficiente, e que as drásticas oscilações de preço do bitcoin possam causar muitas perdas para investidores de varejo.

Com Bloomberg

Veja o documento: 

Comissão de Valores Mobiliários dos Estadios Unidos aprova primeiro ETF de futuros de Bitcoin do país. (imagem: SEC/Reprodução)

Última atualização por Vitória Martini - 18/10/2021 - 7:36

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web