Como reavivar um projeto de cripto abandonado?

Brave New Coin
15/12/2019 - 15:00
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
bitcoin estatística
O segredo para reavivar projetos fracassados de cripto é envolver as comunidades e consertar tokeconomias disfuncionais, afirma o consultor Jason Brink (Imagem: Unsplash/@silverhousehd)

Se os projetos de criptoativos fossem representados como uma cidade, é claro que, em seu centro, teria o grande pináculo do Bitcoin.

Em seu entorno, existiriam várias avenidas com edifícios bem-construídos (Litecoin, Ethereum, Dash etc.) e, além deles, teria uma grande extensão urbana.

Aqui, centenas de projetos mal construídos, mas brilhantes, lutariam para ganhar um destaque acima de outros por meio do uso inteligente de fundos de ponto móvel, whitepapers lindos e anúncios pagos.

Outra área da cidade seria um distrito repleto de ICOs (ofertas iniciais de moeda) mortas, que faliram porque acumularam bitcoin e ether no pico e os venderam no vale.

Teria uma seção murada da cidade patrulhada pela SEC, onde projetos fraudulentos (e, com sorte, seus desenvolvedores fraudulentos) estão presos, logo ao lado de um estacionamento repleto de projetos de tokens ERC-20 mal executados e inúteis, sem caso de uso comercial ou função.

Entre essas grandes áreas, existe uma extensão de degradação urbana, onde projetos apodrecem com blockchains estragados, estruturas estúpidas de alto staking ou equipes envolvidas em polêmicas.

Para lapidar o diamante bruto (projeto fracassado), é necessário “serrá-lo” (analisar e superar os obstáculos) e “bloqueá-lo” (modelá-lo de forma adequada) (Imagem: Unsplash/@ling_gigi)

Diamantes brutos

Apesar dessas grandes parcelas de projetos mortos e decadentes parecerem, à primeira vista, deprimentes, também são fonte de uma grande oportunidade no mundo dos criptoativos.

Esses projetos, muitos fundados há anos, são o equivalente digital do mercado imobiliário principal para aqueles dispostos a gastar tempo, recursos, atenção e paixão necessários para fazer um projeto renascer.

No entanto, existem grandes desafios que confrontam um empenho de uma criptorenovação. Além dos aspectos técnicos de um projeto fracassado, existem inúmeros outros fatores devem ser considerados.

Quem controla o domínio e as contas nas redes sociais? Se for o antigo desenvolvedor, você vai ter um problemão. Como é a rica distribuição de lista?

Se existe uma conta que faz o staking há anos e detém 38% do fornecimento total, você vai ter problemas ainda maiores.

Qual é o status atual do blockchain? Se possui um problema de fornecimento descontrolado e você não agir rápido o suficiente, seu esforço pode ser em vão antes de você lançar um novo chain.

Dito isso, o fator principal que determina se os esforços para reiniciar uma moeda vão ser bem-sucedidos ou não é o cuidado fator e a atenção dados à sua comunidade.

Durante o processo de reiniciação, é provável que haja muita resistência de alguns membros.

Entretanto, com o passar do tempo, eles verão você trabalhar no projeto diariamente, contribuindo com financiamento do seu próprio bolso para o desenvolvimento, marketing e construção da comunidade, fazendo o possível para manter a comunidade unida, você vai começar a ganhar aliados.

Ao longo do tempo, quando o progresso “pegar no tranco”, essa comunidade, que estava à beira do desespero, vai começar a ver a luz no fim do túnel. Eles vão passar de puxa-sacos ressentidos para evangelistas entusiasmados prontos para ver o sucesso de seu projeto preferido.

Não há ninguém que vai promover mais fervorosamente um projeto do que aqueles que se sentem vingados que um projeto, que pintou o seu portfólio de vermelho, começou a se recuperar.

Criar valor é dar propósito e um caso de uso a um projeto antes fracassado (Imagem: Pixabay)

Um estudo de caso sobre criação de valor

Todos esses e outros desafios precisam ser resolvidos para transformar o Vulcano (VULC) de um projeto de blockchain fracassado em uma criptomoeda viável e focada em pesquisa.

O projeto centrado na indústria de energia geotermal, mas, infelizmente, sua tokeconomia era fundamentalmente disfuncional.

Diferente da taxa de emissão de tokens de 950% (que é uma ideia terrível por si só), a taxa funcional de emissão era, na verdade, de mais de 320.000 %.

Além disso, como resultado de uma diluição quase instantânea de qualquer token detido, isso também significou que o blockchain se tornaria escasso e morrer ao atingir uma “hard cap” (a quantidade máxima de dinheiro que o um criptoativo pode receber dos investidores em sua ICO) através de duplicação quase mensal.

No entanto, assim como no fim de agosto de 2018, esse não é mais um problema, já que a carteira foi lançada, substituindo o antigo pelo novo VULC em uma relação 100:1, e começaram a trabalhar em uma campanha de marca para o relançamento do projeto.

É extremamente importante, em um processo como o implementado na VULC, que o foco seja em criar valor. Isso não significa fazer o preço crescer — isso vai acontecer com o tempo.

Criar valor significa dar ao projeto um propósito, um verdadeiro caso de uso comercial, uma verdadeira estrutura organizacional e um verdadeiro futuro.

Blockchain é a tecnologia subjacente de uma megatendência que tem o poder de remodelar, em especial, a empresa, a indústria, o entretenimento, a saúde e quase todos os outros domínios da experiência humana, mas isso só pode ser feito de maneira correta e transparente, além de implementado de forma homogênea.

No mundo turbulento das cripto, sua capacidade de agir de forma transparente é seu escudo contra a frustração de uma comunidade que foi ignorada por muito tempo.

Aja de acordo e, acima da rejeição, controle seu negócio, faça um bom trabalho e proteja a comunidade e eles irão apreciar o projeto a longo prazo.

Por Jason Brink, especialista em gestão de comunidade que aconselha empresas sobre as melhores práticas para o crescimento da comunidade no universo dos criptoativos.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 08/06/2020 - 15:22

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto